Quarta feira, 24 de janeiro de 2018 Edição nº 14651 12/01/2017  










CÂMARAAnterior | Índice | Próxima

Maia fala sobre reeleição com o ministro da Justiça

IGOR GADELHA
Da Agência Estado – Brasília

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), conversou sobre sua reeleição para o comando da Casa durante almoço no Palácio do Planalto, na terça-feira com advogados, deputados aliados e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes (PSDB).

Entre os advogados presentes estavam Luís Inácio Adams, que chefiou a Advocacia-Geral da União (AGU) durante o primeiro e segundo mandatos da ex-presidente Dilma Rousseff, e Marcos Joaquim, um dos advogados do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Segundo relatos, durante o encontro, Adams prometeu ao presidente da Câmara fazer um artigo defendendo a viabilidade jurídica da reeleição de Maia ao comando da Casa. A disputa pela presidência e outros cargos da Mesa Diretora está marcada para o próximo dia 2 de fevereiro.

Adversários do deputado do DEM questionam a candidatura dele. Usam como argumento o artigo 57 da Constituição Federal, que proíbe reeleição de membros da Mesa Diretora para o mesmo cargo na mesma legislatura, ou seja, no mesmo mandato.

Maia, por sua vez, argumenta que o veto não se aplica a presidentes eleitos para mandato-tampão como ele. O deputado do DEM foi eleito presidente da Câmara em julho de 2016, após o então presidente da Casa, o hoje deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), renunciar ao cargo.

Esse argumento é usado em uma série de pareceres jurídicos encomendados por Maia para defender a legalidade de sua candidatura, entre eles, do advogado Heleno Torres, professor de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

No encontro, o ministro da Justiça, Maia e os advogados também discutiram sobre a crise da segurança pública que atinge o País, com as rebeliões em presídios de Manaus (AM) e Boa Vista (RR).



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:39 Investidores pedem 'sem parar' que seja candidato, diz Meirelles
19:38 PF monitora manifestações hoje na Justiça Federal
19:37 Ex-presidente é julgado hoje no TRF-4
19:18 Ministério Público cobra pagamento dos atrasados
19:17 PGR pede desmembramento de parte do processo de conselheiros


19:17 Governo repassa R$ 36 mi para Tribunal de Justiça
19:16 Indicado os 4 deputados da base falta um da oposição
19:16 Justiça proíbe Estado de romper contrato
19:14
18:39 Traficantes são presos em tabacaria
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015