Sexta feira, 24 de fevereiro de 2017 Edição nº 14651 12/01/2017  










FIANÇAAnterior | Índice | Próxima

Juíza manda ex-tesoureiro provar não ter recursos

JULIA AFFONSO e RICARDO BRANDT
Da Agência Estado - São Paulo e Curitiba

A luta do ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira para deixar a prisão da Operação Lava Jato ganhou um novo capítulo. A juíza federal Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro, na 13.ª Vara Federal de Curitiba, mandou a defesa do petista "comprovar a ausência de recursos hábeis" para pagar fiança de R$ 1 milhão - imposta por Moro para tirar o petista da cadeia.

O valor foi estipulado pelo magistrado em 16 de dezembro de 2016 Desde então, a defesa entrou com pedidos de reconsideração para que a Justiça aliviasse o pagamento de R$ 1 milhão, alegando que Ferreira está "desempregado e com dívidas".

A juíza havia pedido que os defensores do ex-tesoureiro indicassem um imóvel para cobrir o valor da fiança. Os advogados informaram que o petista não tinha um imóvel para dar como garantia. Em 29 de dezembro, a defesa reclamou da situação de Paulo Ferreira.

PLANTÃO

Na segunda, a magistrada afirmou que "entre os dias 20 de dezembro de 2016 a 6 de janeiro de 2017, a Justiça Federal do Paraná funcionou sob regime de plantão durante o qual esta magistrada não estava designada para atuar".

"Caberia, portanto, ao próprio advogado submeter a questão de pronto ao Juízo plantonista caso pretendesse a análise imediata do pleito formulado", anotou Gabriela Hardt. "Em que pese o tempo decorrido desde a fixação da fiança, o fato é que cabe à defesa comprovar a ausência de recursos hábeis a garanti-la."

Gabriela afirmou ainda que "a fiança é imprescindível para garantir a presença do acusado no processo e na execução da pena no caso de condenação, devendo somente ser dispensada quando a situação econômica do preso for comprovadamente precária, o que não é o caso". "A verdade é que a real situação econômica do acusado ainda não foi totalmente esclarecida", anotou a magistrada.

Gabriela Hardt apontou para uma aquisição de carta de crédito de



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:30 Taques agilizará obra do pronto-socorro
20:29 Gabinete de Transparência e PGE passam a integrar Rede de Controle
20:29 Presidente da Câmara quer verba indenizatória de 200%
20:28 Chico Lima será ouvido por comissão processante na PGE
20:28 OAB faz ato de protesto contra juíza Selma


20:28 Paulo Taques acredita em negociação
20:28 Paulo Prado diz que pagamento de atrasado em 2018 é ‘inconcebível’
20:10 Hoje é o último dia para se matricular na rede estadual
20:10 Quatro messorregiões de Mato Grosso serão afetadas
20:10 Autorização para operar em Cuiabá vale até o fim do ano
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015