Sexta feira, 28 de abril de 2017 Edição nº 14651 12/01/2017  










ADMAR PORTUGAL Anterior | Índice | Próxima

Banca de jornais e revistas

Sumiram! Desapareceram ou mesmo fecharam. Só percebi a escassez das bancas de jornais e revistas na Capital numa manhã, quando resolvi adquirir alguns exemplares de revistas e também de alguns coquetéis – palavras cruzadas e caça-palavras -, quando fiquei surpreso ao não encontrar um estabelecimento que nas décadas de 80 e 90 eram mais que uma centena. A cada esquina, porta de supermercados, padarias, farmácias/drogarias ou mesmo dentro dos estabelecimentos tinha um cantinho reservado às revistas e jornais.

Desconheço as razões por que desapareceram em grande número. Só para e ter uma ideia da dimensão da falta de uma banca de jornais e revistas na Grande Cuiabá, andei mais de 30 quilômetros sem encontrar uma banca sequer. Saí da faculdade ICE, no Jardim Tropical, desci pela General Melo até o córrego Barbado, de onde segui até à Beira-Rio, tomei a nova ponte de acesso ao São Gonçalo Beira-Rio e saí na Palmiro Paes de Barros, quase em frente ao bairro São Gonçalo.

Segui pela Palmiro até o Compre Mais, no começo do bairro Parque Cuiabá, e nada. Tinha uma banca, mas estava fechada e a pessoa a quem perguntei não soube informar se vendia revistas ou não. Segui Parque Cuiabá adentro, e nada. Cheguei ao Residencial Altos do Parque e retornei pela Palmiro Paes de Barros até a Fernando Corrêa, chegando até o viaduto depois da Trescinco, onde peguei a Avenida Miguel Sutil até a João Gomes Sobrinho/Trabalhadores, de onde fui até o CPA IV, e nada.

Andei mais de 12 quilômetros no Grande Morada da Serra desde o CPA 1 até o CPA IV e nenhuma banca de jornais e revistas encontrei. Como já frisei antes, nos anos 80 e 90, quando eu ainda distribuía jornais, era uma banca a cada 500 metros e todas com uma variedade de revistas e jornais para ‘gregos e troianos’. Sumiram do mapa, ou melhor, da periferia de Cuiabá.

Contei quantas ainda existem: 13. Uma na Avenida Rubens de Mendonça – Hotel Paiaguás -, duas na Praça da República, Banca Estrela e do Severino, duas na Praça Alencastro, banca Bis, do Maurílio, na praça do Liceu Cuiabano, Banca Lina, no Choppão, Banca Santa Rosa, no bairro Santa Rosa, Banca 8 de Abril, em frente à Droga Chick, na Praça 8 de Abril, Banca Bianca, próxima ao Hotel D’Ville, na Isaac Póvoas, banca Rachid Jaudy, Banca Carvalho, no Mercado Municipal, e as duas da Getúlio Vargas com a Prainha, Santa Edwirges e Placar. E só!



ADMAR SILVA DE PORTUGAL é repórter



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:57 Indea/MT acompanhará vacina na fronteira com a Bolívia
19:57 Deficit do governo federal é o pior dos últimos 21 anos
19:57 GT busca norma federal para praga
19:56 Conab lança operações para MT dia 4
19:56 Postos seguram repasses dos reajustes


19:05 Tribunal reprova prestação de contas do PSDB e do PT
19:04 Executivo da OAS diz que foi mostrar projetos a Lula
19:04 Delator pede para ser ouvido de novo
19:03 Ministros defendem ‘pacificação’
19:03 Partido já cogita eleição sem Lula
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015