Segunda feira, 26 de junho de 2017










VALOR DE R$ 278 MILHÕES 29/12/2016 14:50Anterior | Índice | Próxima

Prodestur impulsiona infraestrutura turística no estado de Mato Grosso

Da Reportagem

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec) reestruturou 11 projetos e, em parceria com outras secretarias do governo, retomou nos dois últimos anos as obras do Programa de Desenvolvimento Sustentável de Turismo (Prodestur) que estavam paralisadas, totalizando R$ 278 milhões de investimentos, entre financiamento e contrapartida do Estado.

As obras, que contam como fonte principal de financiamento recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), incluem revitalização de equipamentos turísticos e implantação e recuperação de infraestrutura de apoio ao turismo. O principal foco do programa é o desenvolvimento com a geração de emprego e renda na cadeia do turismo, tanto para o cidadão quanto para o município.

Para que os valores voltassem a ser liberados, a Sedec atuou na readequação das exigências de viabilidade econômico-financeira do BNDES. Atualmente, o Prodestur tem como foco a realização de investimentos de infraestrutura e promoção turística nas regiões que formam o chamado “Corredor Turístico”, sendo elas: Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres e Baixada Cuiabana, além da região do Araguaia.

“O Prodestur é a prova de que estamos cuidando para que o Estado fique mais forte e consiga se desenvolver como um todo. Com o país em crise, conseguirmos esses recursos via BNDES é uma demonstração que estamos chamando atenção ao mostrar todo o nosso potencial. Com relação ao turismo, todas as obras estão beneficiando de maneira geral para que o segmento seja impulsionado e, com isso, esperamos gerar mais desenvolvimento e emprego e renda para toda a sociedade”, comenta o secretário adjunto de Turismo, Luís Carlos Nigro.

Entre as obras que são tocadas pelas secretarias das Cidades e de Infraestrutura se destacam a pavimentação da MT-020, no distrito da Água Fria, em Chapada dos Guimarães; a MT-241, ligando o distrito de Bom Jardim a Nobres; Memorial Rondon, no distrito de Mimoso, em Santo Antônio de Leverger; substituição de 31 pontes de madeira por estruturas de concreto na estrada Transpantaneira; construção de um centro de eventos em Barra do Garças e em Tangará da Serra e revitalização de vias públicas nas cidades de Poconé e Nobres; entre outros projetos.

Uma das obras concluídas em 2016 e que vem mostrando os bons resultados de melhorar o acesso a quem visita uma região turística é a pavimentação da MT-241, entre a cidade de Nobres e o distrito de Bom Jardim. Região com um potencial turístico imenso, o asfaltamento do trecho de 57 quilômetros da rodovia oferece mais segurança e conforto para viajar e ajuda fortalece o turismo local.

Apesar da crise econômica pela qual o Brasil vem passando, Nobres e Bom Jardim vem colhendo os frutos da benfeitoria. De acordo com a prefeitura do município, para o período de final de ano a taxa de ocupação da rede hoteleira com reservas antecipadas alcançou 100%, revelando que a cidade está se consolidando como um importante polo turístico de Mato Grosso e que com o acesso pavimentado, atrai ainda mais visitantes.

A pavimentação da ‘Rodovia Rota das Águas’, como ficou conhecida a MT-241, é comemorada pela população local. O fomento ao turismo aumenta o fluxo de pessoas na cidade e a tendência é que novos negócios sejam gerados, trazendo mais renda e emprego.

Outro ponto positivo é que a MT-241 também melhorou a logística de abastecimento dos produtos que circulam pela região e que chegam até a capital. “Essa obra trouxe desenvolvimento como um todo para o município. A rodovia atinge além de Nobres, as cidades de Chapada dos Guimarães e de Rosário Oeste e isso permite que os municípios, que também são pontos turísticos estaduais, sejam beneficiados com a infraestrutura atraindo mais visitantes. Aqui em Nobres, todos estão muito satisfeitos com a atual gestão do Governo que está fazendo investimentos e se aproximando da comunidade, algo que não tínhamos tempos atrás”, comemora o secretário municipal de Turismo de Nobres, Cleber de Oliveira Leite.

Confira algumas obras entregues e em andamento:

Barra do Garças - O Centro de Eventos de Barra do Garças está com obras em pleno andamento e a previsão é que seja entregue no primeiro semestre de 2017. O projeto está orçado em R$ 7,4 milhões. Quando concluído, o espaço promete ser um incremento ao turismo de eventos e de negócios na região, atividade considerada como um dos segmentos que mais contribuem na captação de turistas para o local.

Será também um espaço de lazer e entretenimento para a população, com a realização de eventos culturais, esportivos, entre outros. O projeto desenvolvido para o Centro de Eventos contempla cinco opções de uso: auditório, salão principal e três salões. O auditório terá capacidade para acomodar até 555 pessoas sentadas.

Outra obra na região é a revitalização da Avenida Universitária, em Pontal do Araguaia. As obras estão em estágio final e deve custar R$2,3 milhões incluindo pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais, sinalização viária e iluminação.

Tangará da Serra - Outro município que também terá um Centro de Eventos é Tangará da Serra. As obras também estão em andamento e a previsão de entrega é dezembro de 2017. O complexo irá potencializar o processo de desenvolvimento social e econômico, elevando o grau de profissionalização da população e, também, proporcionando novas oportunidades de negócios com aumento do fluxo comercial e de prestação de serviços. Neste contexto, incluem-se eventos especializados como feiras, congressos, simpósios, conferências e cursos.

O complexo está sendo erguido na rodovia MT-358, na entrada da cidade, ao lado do Parque de Exposições, numa área cedida pela prefeitura. A obra contará com 3,7 mil m² de construção e está orçada em R$ 6,758 milhões.

Com capacidade para 1.330 pessoas, o local terá capacidade de comportar até oito eventos simultâneos. O estacionamento terá espaço para 440 veículos.

Chapada dos Guimarães - As obras de pavimentação da MT-020 em Chapada dos Guimarães - trecho MT-251- Lago de Manso, tem investimento de R$ 32,5 milhões.

Assim que concluída, a pavimentação da rodovia irá fomentar o turismo, a agricultura e piscicultura nesta região que possui os distritos de Água Fria, Pingador, Água Branca e João Carro.

Memorial Rondon - A entrega do Memorial Marechal Rondon, no distrito de Mimoso (Santo Antônio de Leverger) comemorou os 150 anos do nascimento do mais famoso mimoseano e custou R$ 2,9 milhões.

Com 5 mil m², a obra foi projetada pelos arquitetos Paulo Molina e José Afonso Portocarrero e tem como referências a sustentabilidade e a cultura indígena. Instalada na Baía de Chacororé, no Pantanal, a estrutura foi construída sobre uma palafita e tem formato circular e telhado com brises 100% de metal que remetem à ideia de ocas indígenas, uma das principais bandeiras do homenageado.

Poconé - A principal via da cidade ganhou obras de recuperação e revitalização. Com investimentos de R$ 4 milhões, a avenida Aníbal de Toledo recebeu urbanização e a drenagem de águas pluviais no trecho entre a rodovia MT-060 e o córrego Tereza Botas.

A obra melhora o acesso à Rodovia Transpantaneira (MT-060), estrada parque que é a porta de entrada para a maior planície alagada do mundo e atrai turistas brasileiros e estrangeiros todos os anos.

Cuiabá - A trincheira na interligação das rodovias MT-010 (estrada da Guia) e 251 (Chapada dos Guimarães) permitirá melhor logística no local de intenso tráfego.

Orçada em R$ 25 milhões, a trincheira viabilizará o acesso ao trecho de 3,6 km da rodovia Emanuel Pinheiro que liga Cuiabá a Chapada, do trevo da rodovia Helder Cândia (MT-010) – Atacadão ao trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória, que está em duplicação.

Jangada - Também fazem parte do pacote de obras do Prodestur a conservação e restauração de 45,2 km da MT-246, entre Jangada e Barra do Bugres. Ao custo de R$ 29,6 milhões, as obras já foram iniciadas e a previsão é concluir em 2018.

Rodovia Cáceres – As obras da MT-343, ligando Cáceres à região Médio-Norte já estão sendo executadas. A rodovia será construída em três trechos. Considerada essencial para o desenvolvimento econômico local, a obra de reconstrução da MT-343 é um anseio dos municípios da região Oeste de Mato Grosso.

A pavimentação da MT-343 permitirá a interligação entre os municípios polos de Cáceres e Tangará da Serra integrando duas regiões turísticas do Estado. São investidos R$ 23,1 milhões.

Rodovia Dom Aquino - Uma rota alternativa para quem não quer passar pela Serra de São Vicente, na BR-163 em direção ao sul do estado, é pegar a MT-344 entre Jaciara e Dom Aquino. A rodovia está sendo reconstruída em 20 dos 68 km da estrada. O investimento na obra é de R$ 16,1 milhões.

O secretário de Desenvolvimento Econômico Ricardo Tomczyk destaca o trabalho conjunto entre as pastas na realização de obras. “Uma secretaria ajuda a outra. É assim que nós vamos transformar Mato Grosso”, disse, lembrando que recursos do Prodestur estão sendo aplicados em diversas obras de pavimentação em diferentes regiões do estado.

Pontes na Transpantaneira - A porta que dá acesso ao Pantanal em Mato Grosso é a Estrada Parque Transpantaneira. Criada em 26 de julho de 1996, a MT-060 liga a cidade de Poconé ao distrito de Porto Jofre e possui cerca de 150 km de extensão.

Com investimentos de mais de R$ 12 milhões de recursos do BNDES, estão sendo realizadas melhorias como a construção de pontes de concreto, facilitando o acesso de moradores e turistas que visitam a região. Das 31 pontes, 30 já estão concluídas. (Renata Menezes e Raquel Teixeira/Sedec-MT)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:28 Djalma Sabo Mendes assume comando do PDT em Cuiabá
19:27 Chefe da Casa Civil defende troca no comando da PM
19:27 TJ nega HC preventivo para secretário da Assembleia
19:27 Uso do Fethab ainda não foi decidido, diz Pedro Taques
19:26 Pedro Taques diz não estar preocupado com Valtenir


19:26 Mauro não aceita liderança de Valtenir
19:25 Mercado financeiro reduz a projeção de crescimento
19:25 Lei que permite descontos está sancionada por Temer
19:25 “Retenção ainda não se justifica”
19:24 Devoluções superam média do país
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015