Quarta feira, 14 de novembro de 2018










MEDICAMENTOS 27/12/2016 14:22Anterior | Índice | Próxima

Intervenção garante abastecimento do hospital de Chapada dos Guimarães

Da Reportagem

Garantir o abastecimento de medicamentos, e outros insumos, no Hospital Municipal Dom Osvaldo de Chapada dos Guimarães neste fim de ano, é um dos resultados da primeira semana de intervenção do Governo de Mato Grosso no município.

A unidade, que estava com o estoque deficitário, recebeu na última sexta-feira (23.12) medicamentos e outros materiais essenciais para o atendimento básico, como agulhas, álcool, cateteres, ataduras, luvas, seringas, soros etc, mediante imediata mobilização da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Paralelo a isso, o Estado autorizou a compra direta de outras unidades de remédios e insumos para atender emergencialmente a farmácia do hospital e garantir, assim, a normalidade do atendimento de eventuais ocorrências.

“No fim de semana anterior ao Natal, o hospital sobreviveu com compras realizadas pelos próprios médicos. Agora, a unidade está abastecida para esse momento sensível e para pelos menos uns 30 dias, o que vai dar tempo suficiente para que a nova prefeita se articule e regularize a situação”, salientou o interventor designado, Ciro Rodolpho Gonçalves.

Ainda na área de saúde, foram contratados cinco médicos para reforçar os plantões nos dois finais de semana festivos. Como a unidade conta com apenas 1 (um) médico a cada plantão, o reforço era necessário já que o município é destino de grande quantitativo de turistas nesta época do ano.

A intervenção também estabeleceu conexão com a SES para viabilizar liberação de equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a fim de deslocar pacientes graves e regulados (Chapada dos Guimarães - Cuiabá) com necessidades de acompanhamento médico na ambulância em eventuais ocorrências neste período festivo.

Outra medida foi intermediar a reorganização da diretoria técnica do Hospital Municipal, a qual estava na iminência de ser desconstituída por conta das dificuldades de estrutura de trabalho da unidade.

Segurança - A intervenção também buscou parceria com a Polícia Militar para reforçar a segurança aos moradores e turistas da cidade nestes últimos dias de 2016, ainda que não haverá festividade de réveillon promovida pelo poder público (nem estadual e nem municipal).

O reforço na segurança também é voltado ao prédio da Prefeitura de Chapada dos Guimarães, onde estão concentrados os trabalhos de intervenção. “É necessário garantir a integridade do acervo de documentos”, ressaltou o interventor.

13º salário - Outra providência da primeira semana de trabalhos foi garantir o pagamento do 13º salário aos servidores com direito a receber o benefício no mês de dezembro. “Era fundamental que os servidores permanecessem executando suas atividades para que a intervenção possa fazer todo o trabalho”, destacou Gonçalves.

A intervenção foi determinada no Decreto Estadual 770/2016 porque o Tribunal de Contas do Estado (TCE) representou ao governador do Poder Executivo Estadual que o município não concluiu a prestação de contas do exercício de 2015, o que ensejou a emissão de parecer prévio negativo. A medida se estenderá até sábado (31.12) e tem como um dos objetivos garantir a continuidade dos serviços públicos municipais no fim de ano. (Ligiani Silveira/CGE-MT)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Mauro Mendes admite que pode ter que taxar agronegócio
17:49 BOA DISSONANTE
17:48 É decisão na Arena
17:48 Assim é
17:48 II Jornada Mundial dos Pobres


17:48 Direito ao auxílio acidente
17:47 Violência infantil
17:43 Desembargador declara que juíza “agiu politicamente” em ação
17:42 Viana acusa colegas de receberem propina
17:42 Bolsonaro defende medidas amargas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018