Sexta feira, 16 de novembro de 2018










ORDEM PÚBLICA 22/12/2016 16:32Anterior | Índice | Próxima

Realizado mais de 19 mil fiscalizações após a criação de Secretaria

Da Reportagem

A Prefeitura de Cuiabá já realizou mais de 19 mil ações de fiscalização desde a instalação da Secretaria de Ordem Pública, em janeiro de 2015. Com o objetivo de coordenar, controlar e executar as ações de apoio à segurança pública de interesse do município, a pasta exerce ações de orientação e fiscalização do cumprimento da legislação municipal em cooperação com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

“A partir da implantação da pasta pelo prefeito Mauro Mendes, fomos capazes de aprimorar o ordenamento de Cuiabá, mesmo com certas limitações financeiras em decorrência da atual crise nacional. Ao determinamos as principais atribuições focando no direito do consumidor, proteção do meio ambiente e dos logradouros públicos mediante fiscalização, contribuímos para uma capital mais organizada e visualmente limpa, onde os espaços urbanos são preservados conforme a lei exige”, afirma Noelson Carlos Silva Dias, secretário municipal de Ordem Pública.

Contemplando notificações e autos de infrações, as mais de 19 mil ações de fiscalização englobam a desocupação de áreas verdes e APP’s, além de interdição e suspensão do funcionamento de estabelecimentos irregulares. Com os maiores índices de operações respectivamente, o combate às queimadas e o monitoramento de terrenos baldios resultaram em 3.756 intervenções no período de dois anos.

“Em toda época de seca enfrentamos um problema grave com diversos focos de incêndio dispersos pela cidade. A fim de reduzir a incidência ao menor número possível, realizamos operações específicas orientando, combatendo queimadas quando necessário e punindo os responsáveis. Em contra partida, temos na outra extremidade um intenso clima húmido que contribui para a disseminação do vírus Aedes Aegypti, responsável por doenças como a dengue e a febre chikungunya. Ao realizarmos o monitoramento com o auxílio de um drone, percebemos quais terrenos da capital apresentavam risco local e atuamos pontualmente, notificando e autuando todo e qualquer proprietário que não regularizasse sua situação dentro do prazo”, diz o gestor.

Outras ações que obtiveram êxito maior correspondem aos atendimentos ao Disque Silêncio. Com o apoio da Polícia Militar, a equipe de fiscalização da Prefeitura de Cuiabá realizou autuações in loco, combatendo infrações relativas à poluição sonora e apreendendo equipamentos não regulados mediante a quantidade de decibéis permitida conforme a zona em que o estabelecimento se encontra. Ao longo destes dois primeiros anos, o município atendeu 4.410 denúncias.

“Este ponto é sempre delicado, mas a paz e a tranquilidade do cidadão precisam ser preservadas, conforme a Lei nº 3.819/99 manda. Frequentemente moradores localizados próximos a bares e casas noturnas reclamam do desrespeito à normativa, o que consequentemente gera frequentes desavenças e constrangimentos entre ambas as partes. Entendemos a necessidade destes estabelecimentos quanto à aparelhagem sonora, mas é fundamental que os limites sejam respeitados. Ainda temos um longo trabalho pela frente em busca da harmonização nos espaços urbanos e há muito que melhorar, mas creio que nosso desempenho tem crescido consideravelmente desde o surgimento da secretaria”, revela Noelson.

Um dos trabalhos com grande impacto social é também a desocupação e auxílio na regulamentação de vendedores ambulantes em espaços como calçadas, calçadões e vias públicas. Mediante organização interna e trabalho conjunto em parceria com a Polícia Militar, as retiradas dos camelôs aconteceram de forma pacífica e acordada.

“Muitas reuniões foram feitas com esses vendedores e com o firmamento de acordos conseguimos alcançar um equilíbrio, que consequentemente afeta a vida do cidadão comum que precisa das vias públicas para transitar, seja de carro ou a pé. Um grande exemplo do que fizemos foi a operação na Avenida Beira Rio. Muito mais que retirarmos os ambulantes do passeio público, oferecemos um novo local, onde não há a desobstrução de ruas e calçadas e continua atendendo o mesmo público universitário local”, conclui o secretário. (Rafaela Gomes Caetano/PMC)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Mauro Mendes admite que pode ter que taxar agronegócio
17:49 BOA DISSONANTE
17:48 É decisão na Arena
17:48 Assim é
17:48 II Jornada Mundial dos Pobres


17:48 Direito ao auxílio acidente
17:47 Violência infantil
17:43 Desembargador declara que juíza “agiu politicamente” em ação
17:42 Viana acusa colegas de receberem propina
17:42 Bolsonaro defende medidas amargas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018