Sábado, 21 de setembro de 2019 Edição nº 14625 06/12/2016  










BOLETIM FOCUSAnterior | Índice | Próxima

Projeção do IPCA de 2016 cai de 6,72% para 6,69%

Da Agência Estado - Brasília

Já influenciados pela reunião da semana passada do Comitê de Política Monetária (Copom), os economistas do mercado financeiro mudaram levemente suas projeções para a inflação neste ano. O Relatório de Mercado Focus divulgado ontem, mostra que a mediana para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - o indicador oficial de inflação - em 2016 foi de 6,72% para 6,69%. Há um mês, estava em 6,88%. Já o índice para o ano que vem permaneceu em 4,93%. Há quatro semanas, apontava 4,94%.

Entre as instituições que mais se aproximam do resultado efetivo do IPCA no médio prazo, denominadas Top 5, a mediana das projeções para este ano caiu de 6,68% para 6,60%. Para 2017, foi de 4,80% para 4,76%. Quatro semanas atrás, as expectativas eram de, respectivamente, 6,97% e 5,03%. Já a inflação suavizada para os próximos 12 meses seguiu em 4,89% de uma semana para outra - há um mês, estava em 4,95%.

Entre os índices mensais mais próximos, a estimativa para novembro caiu de 0,33% para 0,32%. Um mês antes, estava em 0,40% No caso de dezembro, a previsão do Focus seguiu em 0,55% ante 0,60% de quatro semanas atrás. No Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado no fim de setembro, o BC havia apresentado suas estimativas mensais para o IPCA no curto prazo, sendo que a taxa projetada na época para a inflação em novembro era de 0,45%.

Na semana passada, o Copom reduziu a Selic (a taxa básica de juros da economia) de 14,00% para 13,75% ao ano.

O Relatório de Mercado Focus trouxe mudanças nas projeções da atividade econômica. Pelo documento, as estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano passaram de retração de 3,49% para queda de 3,43%. Esta estimativa interrompe uma sequência de oito semanas consecutivas em que as projeções para o PIB só pioraram. Há um mês, a perspectiva era de recuo de 3,31%.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:14 Embarques de milho somam US$ 1,34 bi em agosto, alta de 169,2%
18:13 Confinamento impulsiona abates em MT
18:02 Selma muda para o Podemos
18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Ajuste no lugar errado


18:01 Medidas cautelares e prerrogativa de foro
18:00 Força feminina
17:59 Pivetta assume governo pela primeira vez
17:59 Revisão aponta superávit de R$ 121 milhões
17:59 Vereador entrega cargos que possuía na Prefeitura
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018