Domingo, 28 de maio de 2017 Edição nº 14504 14/06/2016  










Anterior | Índice | Próxima

O patúa de Ruth Albernaaz

Da Reportagem

O tema “Patuá” é fonte e substrato da mostra que ocupa a sala expositiva do Sesc Casa do Artesão até o próximo dia 30 de julho. Em exposição, obras inéditas da artesã, bióloga e artista mato-grossense Ruth Albernaz (foto) baseadas em pesquisas e experimentações em que ela se envolve no campo da Etnoecologia com comunidades tradicionais e povos indígenas de nosso Estado. São transportadas para o fazer artístico expressas em suportes variados que se misturam aos elementos coletados dentro da força Xamânica para propor uma arte sensível e afetiva que conta sobre a cultura nativa e suas conexões com a natureza. Há um intenso processo de construção com a intencionalidade de conectar o universal/local e espiritual/material. Traz símbolos/signos da imagética do sincretismo religioso para propor uma ambiência de Arte presentificados em detalhes subjetivos nas composições, sem estereótipos prontamente identificáveis.Curadoria de Imara Quadros, concepção de iluminação: Luis Segadas e texto de Marília Beatriz de Figueiredo Leite. Horário de Visitação: segunda a sexta, das 8:00 às 18:00 h; sábado: 8:00 às 12:00 h.

Aline Figueiredo e a Arte

A critica de arte e animadora cultural Aline Figueiredo ministra durante esta semana seu curso sobre A História da Arte, no mundo, no Brasil e em Mato Grosso, no auditório do Centro Cultural da UFMT,de segunda a sexta, das 19 às 22 horas e no sábado, das 8 às 12 horas. Curso gratuito com emissão de certificado de 20 horas pela UFMT. Inscrições pelo email: cursomacp@gmail.com. Noções históricas da arte internacional e da arte brasileira, desde o século XVII; Panorama da Arte Mato-Grossense: O aparecimento da arte mato-grossense na cena brasileira, a força da pintura cabocla, os principais artistas mato-grossenses ao longo de mais de 40 anos de descentralização da arte brasileira.

Wander Melo em Rondonópolis

Na galeria do Casario, em Rondonópolis, o artista plástico Wander Melo apresenta a sua exposição "Natureza Mato Grosso", que é também um projeto contemplado pelo programa de incentivo à produção artística, o Circula MT. Cenários naturais e fauna mato-grossense ressurgem ainda mais exuberantes a partir do empenho nas cores e formas tridimensionais das obras do artista. São 20 telas e quatro esculturas que configuram uma celebração aos 38 anos de atuação do artista. Trata-se de um convite a um passeio pela visão singular de Wander sobre o Cerrado e o Pantanal ou ainda, a fragmentos do patrimônio material e imaterial do Estado.







Deságua, de André Gorayeb

Na Galeria do Sesc Arsenal, a atração é a exposição Deságua, do artista plástico André Gorayeb, que fica em cartaz até o dia 30 de junho. Terça a sábado, das 14h às 17h e 18h às 21h, domingos e feriados, das 15h às 21h. Gratuito e livre para todos os públicos. Deságua é a primeira exposição individual de André Gorayeb. Suas obras carregam a força da manifestação estética e a política do grafite, convidando público a refletir sobre os diversas situações políticas e ambientais que o Brasil está vivendo.

"Reflexões Telúricas" no Museu da UFMT

A exposição “Reflexões Telúricas”, do artista Márcio Aurélio dos Santos, é atração da temporada, no Museu de Arte e Cultura Popular, localizado na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A obra de Márcio Aurélio tem a essência do cerrado e se inscreve absorta como a vegetação contorcida do ecossistema. Em suas peças o artista utiliza tinta acrílica, colagem, materiais recicláveis, madeira, ferro e pedra. “Cada uma delas propõe uma reflexão sobre o poder da transformação, sonhos, emoções, medos e conflitos”, descreveu a curadora e organizadora da exposição, Aline Figueiredo. A visitação ocorre até 17 de junho, de segunda a sexta, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. A entrada é franca.

Empréstimo de livros na Biblioteca

Interessados em fazer o empréstimo de livros na Biblioteca Estevão de Mendonça devem fazer um cadastro no local, levando originais e cópias dos documentos pessoais, comprovante de residência e duas fotos 3x4. Tanto a confecção da carteirinha quanto o empréstimo são gratuitos. Cada pessoa tem direito a levar dois livros por um prazo de 10 dias, com possibilidade de renovação. A Biblioteca está localizada no Palácio da Instrução, na rua Antônio Maria, nº 251, Praça da República, Centro de Cuiabá. O horário de atendimento é das 8h às 18h, sem intervalo de almoço. Mais informações: www.bibliotecapublica.mt.gov.br e (65) 3612-9240.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· informo à redação deste jornal que o cur  - marco antonio moura




20:09 Gaeco analisa investigação interna sobre grampos
20:09 Taques convoca coronel da reserva para conduzir IPM
20:08 Marcelo Duarte e o desafio de construir 100 pontes
20:08 Taques libera R$ 70 milhões para Saúde
20:08 Eduardo Botelho defende uso do Fethab na Saúde


20:08 Gilmar Fabris denuncia ex-diretor de hospital
20:07 Sindicalistas reclamam de falta de diálogo
20:07 Governo propõe pagar em três parcelas
19:54 Moody's altera perspectiva do rating
19:53 Empresas com Sise poderão aderir ao sistema federal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015