Quarta feira, 12 de dezembro de 2018 Edição nº 9917 09/04/2001  










Anterior | Índice | Próxima

Fluminense empata em Moça Bonita

Rio de Janeiro

O Fluminense vencia a partida contra o Bangu até os 42 minutos do segundo tempo por 1 a 0, ontem, em Moça Bonita, mas acabou cedendo o empate e perdendo dois pontos importantes na Taça Rio. Agora o tricolor soma 13 pontos, empatado com Americano e Vasco na liderança, enquanto o Bangu passou a seis no segundo turno do Campeonato Estadual.

Com o gol, Agnaldo tem agora nove gols no Campeonato Estadual, dois a menos que Edilson, o artilheiro da competição. Renatinho fez o da equipe alvirrubra.

O Fluminense entrou em campo bastante desfalcado, sem cinco titulares (Marco Brito; Asprilla, que sofreu uma artroscopia no joelho direito na Colômbia neste domingo; Régis, César e Paulo César) e ainda perdeu Viveros no início do segundo tempo com dores no tornozelo direito.

O jogo começou com as duas equipes procurando o gol, mas com o Bangu conseguindo as melhores chances. Aos 11 minutos, Espíndola pegou de primeira um cruzamento de Rodrigo e a bola saiu à esquerda do gol de Diogo, que saltou atrasado. Um minuto depois o Fluminense respondeu com um cruzamento da esquerda de Yan, que Magno Alves cabeceou à esquerda do goleiro Eduardo.

A melhor oportunidade de gol da equipe alvirrubra aconteceu aos 14 minutos, quando Camacho chutou forte de fora da área e acertou o travessão. No rebote, Espíndola e William não conseguiram completar para o gol. Aos 21, Espíndola penetrou livre na área pela esquerda, mas na hora de chutar, falhou.

O Bangu não aproveitou suas chances, então o tricolor respondeu marcando seu gol. Em contra-ataque, com uma jogada que se repetiria mais algumas vezes na primeira etapa, Yan lançou Magno Alves na esquerda. O atacante penetrou na área e cruzou rasteiro para Agnaldo completar para o gol: Fluminense 1 a 0.

Logo após o gol, o Bangu tentou empatar, mas com o passar do tempo foi ficando nervoso e a errar muito no meio de campo, principalmente com William. Aos 28 minutos, em jogada semelhante ao do gol, Magno Alves recebeu de Yan na esquerda e cruzou procurando Agnaldo. Desta vez a zaga bangüense conseguiu interceptar a jogada. Aos 42, a jogada se repetiu, sem variações.

O time alvirrubro se reequilibrou e aos 44 teve outra chance clara de gol, mas Diogo salvou. Bruno Lazaroni recebeu belo lançamento de Camacho, mas na hora que tentou encobrir o goleiro do Fluminense acabou permitindo a chegada do arqueiro, que foi mais rápido.

O Fluminense começou melhor no segundo tempo e teve aos 11 minutos a sua primeira oportunidade de gol, com Yan, que chutou à esquerda de Eduardo, após boa jogada de Flávio. Mas o Fluminense diminuiu o ritmo e permitiu ao time da casa criar chances. Aos 18 minutos, Renatinho recebeu lançamento de Camacho na área, matou no peito na corrida, a bola subiu, Diogo errou o soco, mas o atacante bangüense não conseguiu cabecear para o gol, deixando a bola sair pela linha de fundo.

Quatro minutos depois, Lazaroni chutou mal, a bola foi devagar em direção ao gol, mas Diogo inexplicavelmente não conseguiu agarrar a bola na primeira tentativa e ainda se demorou a pegá-la. Renatinho vinha na velocidade e por muito pouco não conseguiu completar para o gol.

O ritmo do Bangu caiu muito e o Fluminense passou a tocar a bola e chegou a ter uma boa oportunidade de fazer o segundo gol. Foi aos 39 minutos, quando Jorginho, que entrara no lugar de Viveros, recebeu livre na área de Magno Alves, mas diante de Eduardo chutou à esquerda do goleiro do Bangu, para fora.

O castigo veio aos 42 minutos, num contra-ataque rapidíssimo do time da casa. Camacho lançou Renatinho, que ganhou na corrida do zagueiro Agnaldo Liz e diante de Diogo se jogou na bola para empurrá-la sobre o goleiro tricolor e empatar. O árbitro Carlos Jorge Moreira deu quase dez minutos de acréscimo, mas o Fluminense não teve forças para desempatar.

BANGU – 1

Eduardo, Rodrigo (Beto), André Oliveira, Nailton e Marquinhos; Haroldo, William, Camacho e Renatinho; Bruno Lazaroni (Bruno) e Espíndola (Luís Carlos). Técnico: Miguel Ferreira

FLUMINENSE – 1

Diogo, Flávio, Agnaldo Liz, Tinoco e Tiago Silva (Alex); Marcão, Fabinho, Viveros (Jorginho) e Yan (Fernando Diniz); Magno Alves e Agnaldo. Técnico: Valdir Espinosa.

Local: Estádio Moça Bonita (Rio de Janeiro)

Público: Não divulgado

Renda: Não divulgada

Gols: Agnaldo aos 24min do primeiro tempo e Renatinho aos 42min do segundo tempo

Cartões amarelos: Bruno Lazaroni, Nailton, Camacho, Haroldo (Bangu); Yan, Flávio, Marcão (Fluminense)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:34 Finais serão disputadas na Arena
18:34 Cruzeiro perde disputa com o Galo
18:30 Flamengo acerta e técnico Abel Braga retorna ao clube
18:29 Flu faz exigências para liberação
18:28 Bota recusa proposta do Atlético-MG


18:28 Goiás tenta Sidão e Edimar, contestados no São Paulo
18:28 Mixto conquista vaga para Copa do Brasil
18:27 Tricolor quer Victor Ferraz e Willian Arão
18:27 Incansável, jogou quase 100 partidas até o bimundial
18:13 Eduardo Botelho estuda cortar mais gastos da Assembleia
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018