Terça feira, 28 de junho de 2016 Edição nº 13953 26/07/2014  










FERTILIZANTESAnterior | Índice | Próxima

Vendas crescem 5,6% em MT

Insumo é o principal indicador de expansão da área e, por isso, plantio da safra deve seguir para novo recorde


Neste primeiro semestre as entregas de fertilizantes somaram 2,73 milhões de toneladas, ante 2,59 milhões em igual acumulado do ano passado
MARIANNA PERES
Da Editoria

Mesmo com o mercado indicando rentabilidade incerta para a nova safra mato-grossense de soja, 2014/15, a área plantada vai sendo desenhada para bater o próprio recorde local e imprimir expansão espacial de quase 4% entre um ciclo e outro. E o principal indicador que sustenta a projeção positiva para mais um ano-safra é exatamente o volume de adubos e fertilizantes já adquiridos pelos produtores. A movimentação de compra teve início no final do ano passado, quando os preços da saca ainda não recebiam a pressão de uma grande oferta do grão para o exercício 2015, como passou a registrar nos últimos meses. Conforme dados da INTL FCStone, Mato Grosso fechou o primeiro semestre do ano com um incremento de 5,6% nas entregas de fertilizantes.

Como explica o analista Thadeu Silva, as entregas somam 2,73 milhões de toneladas, volume movimentado de janeiro a junho deste ano, ante 2,59 milhões de toneladas contabilizadas em igual acumulado do ano passado. Como destaca, a alta observada no Estado não indica uma tendência para todo o ano, pois há um movimento de antecipação da compra de fertilizantes porque os produtores se aproveitam dos preços mais baixos verificados no primeiro semestre. “Ou seja, uma parte maior da demanda para o segundo semestre foi entregue nos seis primeiros meses do ano” e por isso houve crescimento das aquisições porque o cenário mais pressionado à cultura foi se revelando há pouco tempo.

Conforme o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o semestre fechou com praticamente 100% dos insumos necessários ao plantio (fertilizantes, defensivos e sementes) comprados. A média de Mato Grosso para a porcentagem comercializada de insumos é de 89% das sementes, 98% dos fertilizantes e 84% dos defensivos. Ainda conforme projeção do órgão, a área plantada com soja passa de 8,34 milhões de hectares na safra 2013/14 para 8,67 milhões em 2014/15, avanço anual de 3,9%.

Para representantes do segmento agrícola no Estado, não há dúvida – até mesmo pelos volumes das compras de insumos já realizados – de que a área será de fato recorde, bem como a produção que deve atingir inéditos 27 milhões de toneladas, crescendo 4,88%. Os problemas de rentabilidade que hoje perturbam a tomada de decisões do produtor, se confirmados, vão comprometer o plantio das próximas safras e não deste novo ciclo porque as compras foram realizadas em um período favorável ao sojicultor.

Mesmo assim, Thadeu Silva, prefere cautela ao avaliar o indicador das compras de fertilizantes. “Ainda não podemos falar em expansão da área plantada em razão do aumento das entregas de fertilizantes, pois, não é certo que esse aumento do insumo seja destinado a novas áreas. Os próximos dois meses do mercado de fertilizantes é que serão determinantes para avaliarmos a evolução da área plantada em Mato Grosso”.

PAÍS - O consumo de fertilizantes deve atingir recorde neste ano no Brasil, superando 32 milhões de toneladas, mesmo diante de um cenário de baixa nos preços internacionais de grãos, que poderia limitar a demanda pelo insumo da produção agrícola, avaliou a consultoria INTL FCStone.

No ano passado, as vendas de fertilizantes foram recordes em 31,08 milhões de toneladas, segundo acompanhamento da Associação Nacional para a Difusão de Adubos (Anda).



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




14:39 Homem morre sob suspeita de H1N1
14:39 Homem é preso por pilotar moto roubada
14:39 Mal-entendido acaba em tentativa de homicídio
14:39 “Tolerância Zero” contra criminalidade
14:38 Travesti acusa homem por “não pagar” pelo programa


14:37 Dois rapazes são mortos a tiros
14:37 PM prende rapaz que tentou assalto
14:30 BOA DISSONANTE
14:30 ERRAMOS
14:29 Temos condições
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015