Quarta feira, 16 de janeiro de 2019 Edição nº 13944 16/07/2014  










ARTE SACRAAnterior | Índice | Próxima

Três mostras tomam Lucas

Artista Mari Bueno produz obras em estilo que já foi referência para todas as outras modalidades de arte no mundo

Da Redação com assessoria

Aquela que foi a primeira expressão artística no Brasil Colonial teima em não aceitar a passagem do tempo e a recusar veementemente o ocaso das eras para continuar em evidência na contemporaneidade, especialmente em Mato Grosso.

Sim, a arte sacra tem ganhado representatividade com espaços especializados e iniciativas culturais recentes, como o projeto “Cores da Rosa Mística”, idealizado e praticamente já “em cartaz” em Lucas do Rio Verde (distante cerca de 335 km da capital, Cuiabá).

Responsável por existir numa província de arte tornada resistência pura e simples, a artista plástica Mari Bueno desenvolve a produção de novas obras até outubro. Assim, a cidade e todo o Estado ganham em patrimônio material: o município sediará três exposições permanentes.

À artista plástica especializada na produção de arte sacra em grandes escalas e proporções é reservada a tarefa de produzir oito vitrais figurativos e três oitões feitos artesanalmente que homenageiam mulheres relevantes da história da salvação: uma cruz de vidro, pinturas artísticas de quatro painéis que retrarão os significados das cores da Rosa Mística e a confecção de 15 obras da Via Sacra em pastilhas de vidro. Algumas obras chegam a ter mais de 10 metros de altura.

“Um projeto de arte sacra se inicia sempre por estudo litúrgico. Também se busca o significado daquela igreja para a comunidade, seu padroeiro e suas características culturais. O estudo é baseado também nas normativas da igreja, com fundamentos teológicos, para que a arte sacra exerça seu papel de catequética e evangelizadora, dentro de um espaço sagrado, e não seja apenas decorativa”. Todo o processo de criação, portanto, exige pesquisa intensa.

Segundo ela, todo o trabalho dialoga com a história da padroeira Nossa Senhora da Rosa Mística. Ela explica que os mosaicos serão aplicados no mês de agosto e as pinturas internas estarão prontas dentro de dois meses. “Como data-limite, temos a primeira quinzena de outubro para a conclusão de todo o conjunto”.

Os fiéis da Igreja da Rosa Mística têm se entusiasmado com a proposta, segundo o responsável pela paróquia, padre Odilo, que vê a ocasião como uma oportunidade de fortalecer a religiosidade da comunidade cristã.

“O norte de Mato Grosso têm poucas igrejas com imagens artísticas. Criar um ambiente sagrado e religioso é essencial para que as pessoas sintam que estão entrando num lugar santo, totalmente elaborado dentro dos conceitos do sacramento. A cultura sacra é de suma importância para a vida cristã”, explica o padre Odilo, da paróquia de Lucas do Rio Verde.

REFERÊNCIA

Artista plástica que transita entre os universos figurativo e abstrato, Mari Bueno conquista cada vez mais notoriedade quando suas produções envolvem a linguagem sacra.

Obras em igrejas mato-grossenses com sua assinatura são referência não só no Estado como também em países que valorizam as obras produzidas com a intenção de adequar-se ao ambiente litúrgico, ao mesmo tempo em que conserva as qualidades estéticas da arte. O objetivo é elevar os sentimentos de quem a contempla.

Colecionadora de prêmios e participações em exposições internacionais, ela comemora o convite para mais uma delas, desta vez em Portugal. Ao todo, 49 obras sobre Maria serão expostas a partir do dia 11 de agosto, no Museu na cidade de Viseu. O convite é resultado da repercussão muito positiva da mesma mostra realizada entre maio e julho deste ano, no Museu de Arte Sacra do Santuário de Fátima, no mesmo país. Em entrevista exclusiva (a ser publicada no domingo), Bueno falará a este DC Ilustrado sobre o projeto que é a garantia de três exposições permanentes e, salvo algum desastre natural (ser humano incluso), eternas na igreja de Lucas do Rio Verde.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:28 Botelho deve ter Max Russi e Janaína em sua chapa
17:27 Estado vai criar "poupança" para investimentos, calamidade e previdência
17:26 Pacote começa a ser apreciado hoje na AL
17:26 Maggi defende liberdade para Mauro usar recursos do Fethab por 2 anos
17:13 HORÓSCOPOS PARA O DIA 16/01/2019


17:11 Livro ilustrado sobre autora suméria é um desbunde visual
17:09 BBB ajudou a formar casais que foram muito além do paredão; relembre
17:07 Nova casa do Big Brother tem tons de dourado, mudança nos espelhos e controle de água
17:07 Antes da estreia, 'BBB 19' tem desclassificado sem explicações
17:06 Governo notificará proprietários de 14 mil veículos em atraso com o licenciamento
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018