Terça feira, 16 de julho de 2019 Edição nº 13859 02/04/2014  










É HOJE!Anterior | Índice | Próxima

Bola vai rolar na Arena

Após quatro anos de obras e problemas, a Arena Pantanal, 97% finalizada, será entregue nesta quarta com Mixto x Santos

DINALTE MIRANDA/DC
O novo estádio governador José Fragelli, antigo Verdão, agora é chamado de Arena Pantanal
GUSTAVO NASCIMENTO
Da Reportagem

Após quatro anos de obras e problemas, a Arena Pantanal será inaugurada ainda inacabada e com quase um ano e meio de atraso, na noite de hoje (2), para o jogo entre Mixto e Santos, válido pela Copa do Brasil, e que servirá de pré-teste para a Copa do Mundo de 2014.

Apesar da motivação da estreia, a Arena ainda está em fase de finalização, restando a instalação de mais da metade das cadeiras, aproximadamente 21 mil assentos. A Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) informou que 97% da obra está finalizada, faltando apenas acabamentos.

Um dia antes da partida inaugural, o entorno da arena continua caótico. O bairro parece um canteiro de obras com interdições e caminhões por todos os lados. Até mesmo as calçadas da avenida Ranulpho Paes de Barros, que passa em frente ao estádio, se encontram completamente destruídas e inacessíveis para os torcedores e moradores do local.

A obra começou a ser construída em de abril de 2010, com a demolição do antigo estádio José Fragelli, popularmente conhecido como Verdão. Na ocasião, o governo afirmou que entregaria a Arena em dezembro de 2012, para que a cidade pudesse pleitear ser uma das sedes da Copa das Confederações, que seria realizada em junho de 2013.

Como não conseguiria cumprir o prazo, o governo assinou um aditivo ao contrato e estendeu-o até outubro de 2013. A data foi novamente adiada para dezembro de 2013, quando a Fifa, responsável pelo evento, deu um ultimato afirmando que seria a data limite. Ainda assim, o governo não conseguiu cumprir o prazo e prorrogou a inauguração para janeiro, fevereiro e março de 2014, até a presente data.

CUSTO – A construção também viu o seu valor ser inchado e quase dobrar. O orçamento inicial realizado pelo Consórcio Bárbara/Mendes Júnior tinha previsão de gastar aproximadamente de R$ 342 milhões. Porém, com os aditivos o valor da obra pulou para R$ 569 milhões. Se adicionar a estrutura provisória, obrigatória para a Copa do mundo, o valor total vai para R$ 604 milhões.

Em dezembro de 2012, a empreiteira Santa Bárbara, uma das responsáveis pelo estádio, estava com uma dívida de R$ 543 milhões. A empresa abriu um processo de recuperação judicial para tentar amenizar a situação financeira. Somente em processos de trabalhadores ajuizados na Justiça do Trabalho, a dívida era de R$ 4 milhões. Em março de 2013, a empreiteira desistiu do estádio e saiu do consórcio atrasando ainda mais o cronograma.

CADEIRAS – Os assentos do estádio também geraram polêmica. O governo licitou 44,5 mil cadeiras por R$ 19,5 milhões, valor duas vezes e meio mais caro que o contratado para a Arena de Brasília, que saiu à RS 12,7 milhões, ao custo unitário de R$ 175.

O governo acatou um pedido do Ministério Público Estadual (MPE) e o Ministério Público Federal (MPF) e cancelou a licitação, porém voltou atrás após fracasso em novo pregão e ameaça da Kango, vencedora da primeira licitação, de cobrar a multa R$ 9,5 milhões da quebra de contrato. Em novo reacerto, o valor total passou a R$ 18,2 milhões e cada cadeira custa R$ 340,00.

Em outubro de 2013, um incêndio ganhou as páginas da mídia nacional e internacional. Ele teve início no subsolo da Arena Pantanal destruiu um terço do material que seria utilizado na cobertura do estádio. O fogo foi logo controlado e ninguém saiu ferido. No mesmo mês, o estádio foi alvo de protestos. Um grupo de 50 trabalhadores da educação, Correios e mascarados ocuparam a Arena Pantanal na visita da comitiva da Fifa e Comitê Organizador Local.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Obra Podrao fIFA, inacabada, cara, e vai  - Mario Sergio




18:41 PMs farão reinterrogatório hoje na Justiça
18:40 Suspeito de roubar fazenda é preso em Poconé
18:39 Polícia prende quatro autores de homicídio
18:38 Autor de 12 assaltos em ônibus é preso em VG
18:37 Ladrão é morto durante tentativa de assalto


18:36 Emanuel avisa que pagamento do RGA "não se discute"
18:36 BOA DISSONANTE
18:34 Custos na aviação brasileira
18:34 Goleada
18:33 Industrializados: Brasil perde espaço
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018