Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 13720 08/10/2013  










CINE SESCAnterior | Índice | Próxima

Mais um clássico do expressionismo alemão

O Imagens em Pauta apresenta hoje o filme ‘O Gabinete das Figuras de Cera’, um clássico do terror do cinema mudo, do cineasta Paul Leni

Da Redação

Mais uma importante obra do expressionismo será apresentada hoje no projeto Imagens em Pauta, no Cine Sesc Arsenal, que durante todo o mês de outubro vai exibir clássicos do expressionismo alemão que floresceu na Alemão pós 1ª Guerra e influenciou cineastas ao redor do mundo. Seus realizadores utilizaram recursos inovadores na criação de cenários e manejo de luzes e sombras. Nesta terça o longa em cartaz é ‘O Gabinete das Figuras de Cera’, realizado por Paul Leni.

Realizado no auge do Expressionismo Alemão, O Gabinete das Figuras de Cera (Das Wachsfigurenkabinett, 1924), apresenta três episódios entrelaçados contados por um jovem poeta, a qual foi contratado por um museu de cera para escrever as biografias de três grandes criminosos: o califa Haron al-Haschid (Emil Jannings); Ivã, o Terrível (Conrad Veidt); e Jack, o Estripador (Werner Krauss).

O Gabinete das Figuras de Cera é um clássico do terror silencioso. O filme foi realizado no auge do expressionismo alemão, com toda aquela peculiaridade estética característica desse período, viagem pelo universo fantástico, liberdade narrativa e destreza técnica. É a última produção do diretor Paul Leni em sua Alemanha natal, antes de se mudar para os Estados Unidos.

O Gabinete das Figuras de Cera é precursor do filme-mosaico, fórmula que se tornaria comum no gênero anos depois, que traz três histórias inspiradas em três grandes vilões da história da humanidade: o califa Harun al Raschid, o czar Ivan, o Terrível e Jack, o Estripador. Essas histórias são contadas por um jovem poeta, contratado pelo dono da exibição das figuras de cera através de um anúncio de jornal, para escrever peças publicitárias de forma que aumente sua clientela.

Auxiliado pela secretária da exposição, o poeta coloca a pena e a cachola para funcionar e vai apresentando seus contos ao espectador no formato de sonho, sempre colocando ele próprio e a garota nessas situações imaginárias cheias de tensão, agonia, reviravolta e até toques de humor.

O califa tá de olho no decote dela

A primeira história, do califa, interpretado habilmente por Emil Jannings (que mais tarde nos brindaria com uma impecável interpretação de Mefistófoles em Fausto), ambienta-se na época das mil e uma noites e conta como o califa sedutor queria conquistar a bela esposa do padeiro. É mais um mix de comédia e aventura propriamente dito, sem nenhum pingo de terror, com um figurino e trabalho cenográfico primorosos, além de ser o mais bem produzido dos três contos. Já a segunda história sobre o maléfico czar russo Ivan, o Terrível, interpretado por Conrad Veidt (Cesare de O Gabinete do Dr. Caligari e Gwynplaine de O Homem que Ri, também dirigido por Leni) é a que possui elementos mais cruéis de crime, assassinato e loucura, impressos principalmente pela interpretação de Veidt. A terceira é o minúsculo conto onde o poeta em sonho é perseguido por Jack, o Estripador em uma alucinação de cortes e sobreposições.

Reza a lenda que uma quarta história deveria ser escrita, sobre Rinaldo Rinaldini, que até aparece como uma das estátuas no começo do filme, mas a grana ficou curta e eles acabaram eliminando-a. E uma prova cabal do enorme problema de orçamento que o filme enfrentou enquanto estava sendo rodado é a quase inexistente e apressada aparição do Estripador, interpretado por Werner Krauss, o eterno Dr. Caligari.

O Gabinete das Figuras de Cera é um filme bastante criativo, que vale a pena ser conferido pelo seu valor histórico.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:31 Bancada federal se reúne com ministro da Infraestrutura e cobra duplicação da BR-163
19:30 Deputados aprovam RGA para os servidores da Justiça
19:30 Botelho apresenta 55 proposições e lidera número de projetos
19:29 Justiça bloqueia bens de deputado Romoldo, Riva, Savi e Fabris
19:27 Partidos de olho no Palácio Alencastro


19:27 MT troca Bank of America pelo Banco Mundial
17:21 Alerta na Lava-Jato
17:21 BOA DISSONANTE
17:20 Os negócios são digitais, e agora?
17:20 Gestão pública
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018