Domingo, 04 de dezembro de 2016 Edição nº 13578 19/04/2013  










LIBERTADORESAnterior | Índice | Próxima

Fluminense vence e pega o Emelec

A equipe carioca se garantiu na primeira colocação de seu grupo e vai para a fase do mata-mata com vantagem de decidir em casa


Rafael Sobis marcou o gol que garantiu o primeiro lugar do grupo para a equipe do Fluminense
Da Redação

Não foi no nostálgico Maracanã, ainda em obras, nem no interditado Engenhão, palco de dois títulos nacionais. Mas São Januário se tornou a casa tricolor na noite de ontem, quando o Fluminense venceu o Caracas por 1 a 0 – gol do atacante Rafael Sobis – e confirmou sua classificação às oitavas de final da Libertadores.

Líder do grupo 8, o time das Laranjeiras enfrentará o Emelec na próxima fase da competição. O Grêmio assegurou a outra vaga da chave e garantiu 100% dos brasileiros na Libertadores – os dois times se juntam a Atlético-MG, Corinthians, Palmeiras e São Paulo na lista de classificados ao mata-mata.

Mesmo sendo desclassificado, o Caracas mantinha o planejamento, colocando todos os jogadores na sua metade do campo, atrás da linha da bola. O Fluminense rodava a bola, mas tinha dificuldades em entrar na área do time venezuelano. Aos 38min, Jean cobrou falta e Leandro Euzébio subiu mais que a zaga adversária. Vega deu uma linda ponte e impediu o primeiro tento tricolor. Sem outras emoções, as equipes foram para o intervalo com igualdade no placar.

O Fluminense voltou sem mudanças, assim como o Caracas. E foi o time venezuelano que pressionou no início do segundo tempo. Aos 7min, Cure foi lançado na direita e cruzou forte para área. A bola explodiu na trave de Cavalieri, e na sobra, Amaral quase apareceu para marcar, mas o camisa 12 foi mais rápido e saiu para fazer a defesa. O Caracas saia mais em busca do único resultado que interessava.

Se o empate já classificava o time das Laranjeiras, tudo ficou muito mais tranquilo para a torcida aos 9min. Wagner deu de calcanhar para Carlinhos, que cruzou da esquerda. Rhayner dividiu de cabeça e a bola sobrou para Sobis emendar de primeira, no canto direito do goleiro Vega. O tento fez a torcida se inflamar em São Januário. Um bombardeio aos 16min, com chutes de Nem e Wagner, quase ampliou.



FLUMINENSE – 1

Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wagner (Felipe); Rhayner, Wellington Nem (Samuel) e Rafael Sóbis.(Monzón). Treinador: Abel Braga

CARACAS – 0

Vega; Da Silva, Flores, Sánchez e Quijada; Guerra (Hinestroza), Jiménez, Peña (Meza) e Otero; Cure e Farías (Cabeza). Treinador: Ceferino Bencomo

Árbitro: Néstor Pitana (ARG)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Gols: Rafael Sóbis, aos 9min do 2º tempo



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Avante Tricolor! Rumo ao título da Liber  - Walter Moraes




20:49 Cartão de crédito concentra maior percentual de dívidas
20:45 Sistemas integrados ganham espaço
20:45 Conta de luz é a 14ª mais cara em ranking da AIE
20:44 Janeiro poderá ter colheita recorde
20:27 Justiça condena secretária a indenizar deputada em R$ 8 mil


20:27 Pagot é absolvido de fraude em licitação
20:27 ‘Ninguém está acima da lei’, diz Pedro Taques
20:26 Vereadores esperam por novo prefeito
20:26 Juiz reprova contas de dois vereadores
20:26 Giovani Guizardi devolve R$ 240 mil
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015