Quarta feira, 22 de maio de 2019 Edição nº 13348 01/07/2012  










CONSCIÊNCIAAnterior | Índice | Próxima

Fenômenos parapsíquicos

O autoconhecimento pode ser pelo menos um ponto de partida em direção aos mistérios da vida

Lorenzo Falcão
Da Editoria

Dúvidas e mais dúvidas em torno da nossa existência. Muitas pessoas passam a vida inteira acumulando questões como “o que somos, de onde viemos e para onde vamos?”. E o fato de existir vai se configurando como um gigantesco ponto de interrogação. Respostas em torno desse questionamento não faltam, mas...

O autoconhecimento pode ser pelo menos um ponto de partida em direção a esse mistério. Chegar lá, entretanto, é outra conversa. “Não acredite em nada. Nem mesmo no que lhe informarem no IIPC. Experimente. Tenha suas experiências pessoais”. Essa sentença ocupa lugar de destaque nas paredes da sede do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia-IICP. Faz parte da filosofia de aprendizado da instituição, fundada em 1988, no Rio de Janeiro, e que está com novas instalações em Cuiabá, há aproximadamente um ano.

O IIPC tem caráter educacional e de pesquisa científica, independente, laico, com título de utilidade pública federal há mais de duas décadas e possui representações nas principais cidades brasileiras, e também no exterior. Pioneira nas pesquisas das manifestações parapsíquicas, há mais de duas décadas, vem estudando a consciência (ser, ego, essência) e a ampla extensão de suas habilidades parapsíquicas, tendo por principal ferramenta a experiência obtida através da autopesquisa de seus pesquisadores e docentes voluntários.

Dentre os principais fenômenos parapsíquicos investigados estão a Projeção ou Experiência Fora do Corpo (EFC), Experiência de Quase-Morte (EQM), Retrocognição (lembrança do passado), Precognição (previsão de acontecimentos futuros), Autodefesa Energética (bioenergias), Telepatia (leitura de pensamentos), Intuição (sensação ou sensibilidade sobre algo ou informação).

O Instituto não visa lucro e sobrevive financeiramente através de cursos que seus voluntários ministram e da venda de livros sobre o tema. Mas o IIPC promove todos os sábados palestras gratuitas à sociedade, a partir das 15h30, em sua sede, na Rua Barão de Melgaço, esquina com Major Gama, no edifício Barão Center, sala 401. O telefone para contato ou para obter mais informações é 3637 4115. O site é www.iipc.org.

HISTÓRICO

Os estudos em torno das manifestações parapsíquicas são muito antigos. No século 6 a.C., o filósofo Hermótimo de Clazomene, induziu a experiência da projeção consciencial lúcida à vontade, usando essa habilidade para investi¬gar a natureza dos estados conscienciais depois da morte do corpo humano.

E há mais de 23 séculos, outro filósofo, Platão (428 347 a.C.) relatou a história de Er, o Armênio, soldado que se pensava ter morrido em combate. Segundo Pla¬tão, ao fim de dez dias, quando os mortos já putrefatos eram recolhi¬dos no campo de batalha, Er foi en¬contrado em aparente bom estado e levado para casa a fim de lhe darem sepultura. Mas no 12º dia ele voltou à vida e narrou o que vira no além.

O lexicógrafo, odontólogo e médico Waldo Vieira é uma das autoridades mundiais do assunto e um dos fundadores da IIPC. É autor de vasta literatura a respeito de projeciologia e conscienciologia. Waldo nasceu há 80 anos e, quando mais jovem, foi médium e ficou conhecido como parceiro de Chico Xavier. Mas Waldo tornou-se um dissidente do espiritismo e se dedicou a fundo aos aspectos científicos dos fenômenos parapsíquicos. Outro entusiasta e estudioso dessa temática é o engenheiro eletricista Wagner Alegretti, nascido em São Paulo. Wagner também tem obras publicadas sobre o assunto. “Na Conscienciologia, assim como na Arqueologia, não escavamos o passado com picaretas ou explosivos, e sim com pinça, pincel e paciência”, pontua Alegretti.

Em Cuiabá, os irmãos Flávio e Fausto Camargo integram o IIPC. São estudiosos das manifestações parapsíquicas e convidam a população em geral a participar das atividades do Instituto. Eles acreditam que o autoconhecimento é um importante aliado para se viver melhor, em paz consigo mesmo e, claro, com os outros.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Maravilhosa reportagem, Cuiabá está de p  - Dulcilene Vasques
· Parrabéns, muito boa a matéria e a abord  - Patrícia Alves




19:44 Taques diz que deseja depor no caso dos grampos
19:44 BOA DISSONANTE
19:43 Populismo não é ameaça
19:43 Um novo dia, de um novo tempo!
19:43 Proporcionar crescimento ao país


19:42 O preço da incerteza
19:42 Reflexões da vida
19:41 Filme francês com romance lésbico volta a chamar a atenção na disputa
19:41
19:40 Filme do brasileiro Karim Aïnouz martela as várias facetas do machismo em Cannes
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018