Sexta feira, 18 de abril de 2014 Edição nº 13227 03/02/2012  










“SÓCIO-EDUCAÇÃO”Anterior | Índice | Próxima

Estado deve assegurar sexo de infrator

Lei 12.594 sancionada pela presidente Dilma Rousseff obriga unidades educacionais a construir apartamentos para os menores fazerem sexo


Complexo do Pomeri: pela lei, aqui deverão ser construídos apartamentos para os infratores fazerem sexo com suas parceiras
RODIVALDO RIBEIRO
Da Reportagem

A sanção pela presidente Dilma Rousseff da Lei 12.594, que cria o Sistema Nacional de Atendimento Sócio-educativo (Sinase), em 18 de janeiro último, jogou mais combustível na velha polêmica sobre a responsabilização legal de adolescentes infratores. Especialmente devido à redação de seu artigo 68: “É assegurado ao adolescente casado ou que viva, comprovadamente, em união estável, o direito à visita íntima”.

A implantação do Sinase cria também uma série de obrigações adicionais às do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para a União, Estados e Municípios em relação aos menores, pois todos terão de oferecer centros de internação bem equipados e com um aumento de três vezes nos recursos humanos para atender os adolescentes infratores que queiram fazer sexo.

Em Mato Grosso, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos preferiu não se pronunciar, pois “está aguardando a publicação da Lei, que não está em vigor ainda”, de acordo com o que informou a assessoria da instituição.

Fato é que o Sinase prevê a construção de apartamentos de 20 metros quadrados de área com cama de casal, banheiro, copa e sala de estar. A ironia é que o mesmo projeto concebe as salas de aula com 5 metros quadrados a menos. Em artigo recente o sociólogo e jornalista José Maria e Silva alertou para o problema e afirmou que agora o Estado brasileiro ficou responsável por construir “centros de lazer com motéis para mini-bandidos”.

A superintendente do Sistema Sócio-educativo de Mato Grosso, Lenice Santos, prefere não opinar diretamente sobre o assunto, mas esclarece que a visita só será permitida aos maiores de 18 anos, portanto, “uma excepcionalidade dentro do sistema”. Segundo ele, essa lei dará o prazo de um ano para adequação. “E mais, esse é o prazo para regulamentação nacional, só depois é que haverá uma regulamentação estadual”, disse.

Psicólogas que trabalham para o Estado e pediram para não ser identificadas disseram à reportagem que, do ponto de vista mental, não deve haver grandes mudanças no comportamento dos adolescentes. “Eles faziam sexo antes de cometer crimes e serem presos, isso não os impediu ou os levou ao crime”, afirmam.

A assistente social Raquel Oliveira, fora a questão da construção do espaço físico, também não vê problemas maiores. “O ECA previa o direito à vida, saúde e bem-estar, e o sexo faz parte do aspecto da saúde – desde que haja cuidado para que não se entre em conflito com a lei do estupro de vulnerável. No fim, a polêmica é muito mais moral do que social, porque a verdade é que o sistema não aplica medida sócio-educativa nenhuma, aplica o Código Penal mesmo”.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· só falta agora pagar um salario por mes   - marcelo alves
· Meu Deus, proteje os nossos povos deste   - Veríssimo Lemes do Nascimento
· Brasil que vergonha eu como brasileiro t  - anonimo
· VOU PEDIR PARA A PRESIDENTE CONSTRUIR UM  - JUCIANO DE OLIVEIRA
· Agora não falta mais nada. Até sexo nós   - Juninho
· o brasil tem as leis que merece ter. se   - visão
· Só no Brasil aprovar uma lei p menores b  - julio c carvalho
· É o fim da picada. O Brasil foi pro brej  - Nito Batista
· Estamos na era apocalíptica, daqui para   - Everton Catunda
· Com todas as benevolências que o serviço  - JORGE1
· A inversão de valores no Brasil está lev  - Natal Santana
· Pow agora além de terem o privilégio de   - Renato

21:11 OAB critica ‘enxurrada’ de processos
21:06 Eleição de presidentes de comissões atrasa votação
21:05 Kleina escala time com sete modificações
21:04 Mahon pede expulsão de advogado
20:45 Emanuel quer afastamento de Pinheiro


20:44 TJ arquiva denúncia contra Dilmar
20:44 Taques critica ‘apagão’ de MT
20:44 Jayme defende traçado atual
20:44 Justiça nega liberação a Pedro Henry
20:24 Prazo para inscrição até dia 20
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012