Quarta feira, 26 de fevereiro de 2020 Edição nº 13220 26/01/2012  










CÓDIGO FLORESTALAnterior | Índice | Próxima

Marina pressionará Dilma por veto

Porto Alegre

A ex-presidenciável Marina Silva (sem partido) fez uma cobrança pública à presidente Dilma Rousseff para que ela vete as mudanças no Código Florestal aprovadas pelo Congresso no ano passado. Em discurso no Fórum Social Temático, ontem, Marina afirmou que Dilma se comprometeu na campanha de 2010 a barrar projetos que aumentem o desmatamento. Ela pediu a representantes de movimentos sociais que pressionem a presidente a "honrar" a promessa.

"A presidente Dilma se comprometeu no segundo turno, assinando de próprio punho, que vetaria qualquer projeto que provoque aumento no desmatamento e anistia para os desmatadores", disse Marina. "Peço a Deus e ao povo brasileiro que a gente se mobilize para dar sustentabilidade à presidente Dilma para que ela possa honrar isso."

No segundo turno de 2010, Marina entregou a Dilma e ao então adversário José Serra (PSDB) um documento com itens de sua agenda ambiental. Os dois assinaram o documento, mas não receberam apoio da ex-senadora, que se manteve neutra.

"Tenho muita esperança de que a presidente Dilma vete este Código Florestal equivocado", disse Marina. "Pode ser ingênuo, e às vezes as pessoas dizem isso. Que é uma coisa meio quixotesca."

A ex-presidenciável participa de um debate sobre sustentabilidade com o teólogo Leonardo Boff, o empresário Oded Grajew, o escritor Frei Betto e outros convidados.

Ela também pretende usar o Fórum Social para lançar o núcleo gaúcho de seu movimento político, que deve resultar na criação de um novo partido para as eleições de 2014.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:59 Presidente diz que não vai atropelar a tramitação
16:58 TCE quer verba indenizatória de R$ 35 mil para conselheiros
16:57 MT terá R$ 49 milhões da Lava Jato para combate ao desmatamento
16:55 Selma critica celeridade da Justiça Eleitoral
16:54 Fávaro pede exoneração do cargo em Brasília


15:44 Organização confirma Olimpíadas de Tóquio, apesar da propagação do coronavírus
15:44 Manchester City entra com recurso contra punição imposta pela Uefa
15:43 Membro do COI coloca maio como data limite para cancelar Olimpíada de Tóquio
15:42 Presidentes de partidos de esquerda articulam reação em bloco contra Bolsonaro
15:42 Presidente nem sequer pensa em atacar as instituições, diz general Ramos
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018