Sábado, 15 de junho de 2019 Edição nº 13127 02/10/2011  










MISSAAnterior | Índice | Próxima

Obras abençoadas na Catedral da Amazônia

Trabalhos da artista plástica de Sinop, Mari Bueno, serão apresentadas oficialmente à sociedade local em cerimônia religiosa neste domingo

Da Reportagem

Os painéis sacros pintados e concluídos em agosto pela artista plástica Mari Bueno, no interior da catedral Sagrado Coração de Jesus em Sinop (MT), receberão benção em uma missa aberta ao público presidida pelo bispo Dom Gentil Delazari. A missa acontece neste domingo (02/10), às 17h na catedral. Será a apresentação oficial das obras.

O trabalho iniciado em 2006 inclui várias outras obras como o painel central O Bom Pastor na Floresta Amazônica, a Pia Batismal, os painéis laterais com os quatro elementos da natureza, Fogo, Terra, Água e Ar, que representam os quatro evangelhos canônicos, presentes na bíblia.

A artista plástica lembra que foram anos de estudo e que todo processo de criação e pintura das obras seguiram as normativas da igreja.

“Imprimi traços regionais às obras sacras para exaltar a população e a rica diversidade da natureza da Amazônia. Nesse período, não fiz nada sozinha, várias pessoas me apoiaram. Tenho muito a agradecer a Deus por ter tido a oportunidade de pintar em sua casa”, destacou a artista.

Mari exaltou também a participação do padre João Salarini, do Bispo Dom Gentil Delazari, do pároco Valdir Koch e das empresas e pessoas que investiram no projeto Cores da Catedral.

Para o bispo Dom Gentil Delazari, as pinturas sacras feitas no interior da catedral aproximam, por meio da contemplação, o encontro com Deus.

“O trabalho de Mari Bueno integra de uma forma muito especial, a liturgia sagrada no contexto da Amazônia. Nesse sentido, vida, adoração pelo divino e natureza são os caminhos que levam à aproximação do ser humano com Deus”, explicou o bispo.

Na linha sacra, além da pintura do interior da Catedral da Amazônia, a artista projetou a reforma do espaço litúrgico da paróquia São Camilo de Lélis, em Sinop, onde pintou o painel do presbitério, e o painel da Capela do Hospital Santo Antônio, também em Sinop. A artista ainda desenhou o espaço litúrgico da igreja de Nova Ubiratã (MT).

Além de arte sacra, Mari Bueno pinta telas com temas regionais da Amazônia. Todas as obras da artista premiada no Brasil e exterior são expostas, de forma permanente, na Galeria de Artes Mari Bueno, que fica na rua das Pitangueiras, 1258, no Centro de Sinop.

A visitação é aberta e gratuita a todo público de segunda a sexta-feira em horário comercial. Outras informações e fotos das obras estão no site www.maribueno.com.br. (com assessoria)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




06:12 Alento na segurança
06:11
06:10 Bandidos na TV conta o caso do apresentador acusado de encomendar mortes por audiência
06:09 Do cinema para os palcos: Loucos de Amor estreia neste final de semana
06:05 Lula põe em dúvida facada em Bolsonaro


06:04 Morre aos 76 anos o jornalista Clóvis Rossi
06:03 Maia diz que governo é usina de crises
06:00 Após cortes, Copa América começa com problemas
06:00 Toronto Raptors conquista NBA pela 1ª vez
05:59 Messi vira pavão e tenta título inédito
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018