Domingo, 08 de dezembro de 2019 Edição nº 13125 30/09/2011  










ELEIÇÃO INDIRETAAnterior | Índice | Próxima

Tangará elege hoje novo prefeito e vice

O presidente da Câmara, Luiz Henrique Mathias (PTB), o ex-prefeito Saturnino Masson (PSDB) e o bancário Antônio Giovani Stoinski (PCdoB) estão na disputa

RENATA NEVES
Especial para o Diário

Tangará da Serra (239 km de Cuiabá) realiza hoje eleição indireta para eleger novos prefeito e vice-prefeito que conduzirão o município até 31 de dezembro de 2012. Terão direto a voto os 10 vereadores tangaraenses que estão em pleno exercício de seus mandatos.

Na última quarta-feira, o Partido Democratas (DEM) protocolou mandado de segurança coletivo com pedido de liminar para tentar anular a eleição indireta, mas o juiz responsável pela 19ª Zona Eleitoral substituto de Tangará, Jamilson Hadadd Campos, indeferiu o pedido. Vice-presidente do partido, Celso Manoel de Lima questiona os critérios utilizados pelos vereadores para a determinação da modalidade indireta de eleição.

Na representação, ele alega que o ato legislativo administrativo não pode regulamentar texto Lei Orgânica Municipal, que, por sua vez, não regulamenta eleições indiretas de forma concisa. Ressalta ainda que a medida desrespeitou o direito da população de manifestar seu desejo através do voto. “Desta forma, o povo terá seu direito cerceado. Eles deveriam ter o direito de se manifestar, já que a Lei Orgânica do município não determina a modalidade de eleição em casos como esse”, declarou Lima.

Com base no Artigo 81 da Constituição Federal, o magistrado Jamilson Campos derrubou todos os argumentos apresentados pelo DEM. O referido artigo determina a realização de eleição indireta em casos de dupla vacância ocorrida nos dois últimos anos do mandato. Em sua decisão o juiz também ressaltou a necessidade de reaver a regularidade institucional do município, que passa por uma crise política sem precedentes.

Disputam o cargo de chefe do Executivo Municipal o vereador Luiz Henrique Mathias (PTB), o ex-prefeito Saturnino Masson (PSDB) e o bancário Antônio Giovani Stoinski (PCdoB). Mathias e Masson representam a continuidade de lideranças que mantêm o comando do município há quase 20 anos e dividem o apoio dos vereadores que irão votar.

A eleição será realizada às 19h30, na Câmara Municipal. A votação será aberta e os candidatos terão 15 minutos para expor suas propostas após o início da sessão especial de eleição. A ordem de fala será definida através de sorteio. A posse dos candidatos eleitos será realizada no dia 1º de outubro durante solenidade oficial no prédio do Legislativo Municipal.

A realização de eleição indireta para eleger os novos prefeitos e vice foi definida pela Câmara de Vereadores após a cassação do prefeito eleito Júlio César Ladeia (PR), do vice José Jaconias da Silva (PT) e dos vereadores Celso Ferreira de Souza (DEM), Genilson Kezomae (PR), Haroldo Lima (DEM) e Paulo Porfírio (PR). Eles são acusados de envolvimento no desvio de recursos promovidos através da terceirização dos serviços de saúde mediante a contratação da Oscip Idheas, em 2009.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:09 Macondo, infelizmente...
17:09 07 – sábado Implantação de Jardim Botânico deve começar
17:08 A maconha foi liberada no Brasil?
17:08 Os pets e o estilingue
17:07 Combate ao custo Brasil


17:05
17:04 Temporada 2019 atrai 6 mil visitantes em exposições marcadas pela diversidade
17:04 Arena Encantada traz fé, magia e diversão para as famílias mato-grossenses
17:03 Em Ela disse, jornalistas contam os bastidores da investigação que derrubou Harvey Weinstein
17:02 Carol Castro: Se deixar, te colocam na prateleira do papel sensual
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018