Quarta feira, 18 de outubro de 2017 Edição nº 13096 26/08/2011  










CAMPINÁPOLISAnterior | Índice | Próxima

Juiz acata pedido do MPE e afasta prefeito por 30 dias

FERNANDO DUARTE
Da Reportagem

O prefeito de Campinápolis (658 quilômetros de Cuiabá), Altino Vieira Rezende Filho (PR), foi afastado do cargo por desvio de verba pública. O vice, Vandeir Luiz Ribeiro (PMDB), assumiu a prefeitura e já anunciou mudanças no secretariado. Altino é o quarto gestor municipal retirado da função pela Justiça por irregularidades na administração.

O afastamento por 30 dias aconteceu após pedido do Ministério Público do Estado (MPE), que apontou pagamentos irregulares na folha dos servidores. A decisão foi dada pelo juiz Marcos Terêncio Agostinho Pires na quarta-feira (24).

Segundo informações da assessoria de comunicação do MPE, a irregularidade foi descoberta depois que um vigilante da prefeitura foi notificado pela Receita Federal por problemas no imposto de renda.

O promotor de Justiça de Campinápolis, Carlos Henrique Richter, autor do pedido, disse que o servidor não recebeu o valor declarado pela prefeitura à Receita, sendo, depois, comprovado que os valores foram desviados.

Devida a dificuldade em obter mais informações sobre o caso, o promotor solicitou o afastamento. Além disso, poderia acontecer até “adulteração ou supressão” de provas, caso Altino continuasse administrando.

Somado ao afastamento, foi cumprido o mandado de busca e apreensão de um computador e solicitado ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) o envio de servidores para fazer uma perícia contábil no município.

O prefeito Altino Filho não está no município, mas viajando a cidade de Goiânia (GO). O vice Vandeir Ribeiro contou que está trabalhando para “restituir à ordem pública”, sendo esta a primeira vez que o prefeito é afastado no município.

Ribeiro afirmou que fará mudanças, mesmo ocupando por somente um mês a prefeitura, mas não adiantou em quais pastas ocorrerão. Campinápolis é conhecido pelas várias mortes de índios por desnutrição. Em 2009, devido à grave situação, uma equipe da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) foi enviada de Brasília para averiguar a situação. As aldeias ficam, em média, 30 quilômetros da cidade.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:35 Temer usa cargo para praticar crimes
19:34 Aécio Neves envia carta a senadores para pedir voto
19:34 Presidente Temer diz que 'nada atrapalha' a votação
19:34 Corrêa: Lula forçou nomeação de Costa
19:33 Senado derruba afastamento de Aécio Neves


19:32 TJ começa a mandar inquéritos para STJ
19:32 Juiza Selma nega pedido para soltar PM
19:32 Cabo diz que destruiu HDs do ‘Sentinela’
19:32 MP instaura inquérito para investigar Faespe
19:31 Após demissões, Câmara voltou a ter sessão ontem
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015