Terça feira, 16 de setembro de 2014 Edição nº 12964 20/03/2011  










HOTEISAnterior | Índice | Próxima

Quatro torres em 2011

Somente neste ano segmento injetará na economia local R$ 70 milhões, o que para muitos isso é apenas o começo

GERALDO TAVARES
MARCONDES MACIEL
Da Reportagem

Faltando ainda mais de três anos para a realização da Copa 2014, a economia de Mato Grosso já recebe uma grande avalanche de investimentos. Que o digam os empresários do setor hoteleiro. Só este ano Cuiabá ganha quatro novas torres, todas de grande porte – inclusive o seu primeiro hotel categoria “5 estrelas” - num total de 468 apartamentos e 1,35 mil leitos. O volume de investimentos nesses quatro hotéis soma mais de R$ 70 milhões. Em todo o país, o setor hoteleiro prevê investir R$ 2,4 bilhões na construção de 92 novos empreendimentos nas 12 cidades que serão sede da Copa, totalizando a oferta de mais de 24 mil quartos.

Mas é apenas o começo de tudo o que está por acontecer nos próximos anos. “A iniciativa privada está fazendo sua parte, investindo e preparando-se para a Copa. O que foi feito até agora são apenas investimentos embrionários. Estamos prevendo a chegada de mais oito ou 10 empreendimentos de grande porte, incluindo o Íbis e Atlântica, representando mais mil novos apartamentos e investimentos em torno de R$ 135 milhões”, revela o presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Mato Grosso, Luis Carlos Nigro.

“De fato, o setor vive um boom de investimentos sem precedentes e os negócios fluem da noite para o dia, em um ritmo frenético e quase desenfreado”, diz o presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis em Mato Grosso (ABIH/MT), Luiz Verdun.

Em recente levantamento feito pelo SHRBS, constatou-se a existência de 107 hotéis em funcionamento em Cuiabá e Várzea Grande, com uma oferta de 4,43 mil apartamentos e 10,77 mil leitos. A Capital responde por 73,51% das acomodações e 73,61% dos apartamentos.

Mas os números não param aí. Estão em construção e ampliação ainda 16 hotéis (14 em Cuiabá), 1,45 mil apartamentos e 3,78 mil acomodações. Somando-se aos hotéis em funcionamento, a Grande Cuiabá passará a contar com 123 empreendimentos hoteleiros, disponibilizando 5,88 mil apartamentos e 14,55 mil leitos. Cuiabá sozinha abrigará 84 hotéis, 4,67 mil apartamentos e 11,56 leitos. Várzea Grande somará 39 hotéis, 1,21 mil apartamentos e 2,99 mil acomodações. (Veja quadro)

NOVO FILÃO - As novas acomodações que estão sendo construídas no Estado visam atender ao forte crescimento da demanda previsto para os próximos anos, fomentado principalmente pela realização da Copa 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sede e isso, por si só, desperta o interesse de investidores ávidos pela conquista deste mercado.

Com a economia estadual crescendo ao ritmo considerado “chinês” – 10% ao ano – alicerçada principalmente no agronegócio e sustentada pela estabilidade da moeda, facilidades de acesso ao crédito, aumento da empregabilidade e melhoria no poder aquisitivo da classe assalariada, o cenário para investimentos apresenta-se amplamente favorável. E os empresários não deixam escapar a oportunidade.

A decisão de instalar um novo hotel leva em conta o potencial de crescimento econômico e a projeção de aumento da demanda. “A Copa é um evento de 45 dias, mas o investimento em um novo hotel se paga em dez anos”, explica Rafael Guaspari, vice-presidente de desenvolvimento da Atlântica Hotels.

Os novos investimentos confirmam o bom momento vivido pelo setor hoteleiro mato-grossense, que encerrou o ano passado com taxa de ocupação próxima de 70%. “Nossa esperança é de que com a Copa, o turismo ecológico ganhe impulso em nosso Estado, pois passará a ser mais conhecido no Brasil e no mundo. Apostamos em um novo ciclo para o turismo e a hotelaria nos próximos anos”, aponta Nigro.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Nossas Ruas só buracos e falta duplicaçõ  - jl
· É LAMENTAVEL MAS O BRASIL OCUPA O 52 LUG  - Leo
· ??? VARZEA GRANDE tá =zinho RABO/bode (  - VARZEAGRANDENSE:

21:36 Programas eleitorais são cortados
21:35 Blairo Maggi rebate Lúdio Cabral
21:35 TRE cancela programa de Muvuca
21:34 Enviados pedidos de substituição e renúncia
21:34 Cinco mil pessoas comparecem a evento


21:31 Direto de Brasilia
20:57 Casal é preso por manter uma casa de prostituição
20:57 Período proibitivo vale até o final de setembro
20:57 Liminar garante cobrança fracionada
20:56 Justiça barra construção de usina
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012