Sexta feira, 25 de julho de 2014 Edição nº 12858 07/11/2010  










LESÕESAnterior | Índice | Próxima

Mutilados sobre 2 rodas lotam Cridac

Setor único no Estado em tratamento de reabilitação tem amputações de pernas causadas por acidentes com motos como 1º lugar para oferta de próteses

Geraldo Tavares/DC
Johnny teve perna arrancada por carro que atravessou na frente da moto. Aguarda membro artificial para retomada
ALECY ALVES
Da Reportagem

As amputações de pernas causadas por acidentes de motos ocupam o primeiro lugar na oferta de próteses pelo Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), a única instituição pública do Estado na prestação de serviços de reabilitação.

No primeiro semestre deste ano, das 168 próteses produzidas pelo Cridac, 38, ou 22,55%, atenderam motoqueiros ou passageiros de motos que perderam membros na violência do trânsito, especialmente pernas. A maioria sofreu acidente nas ruas e avenidas de Cuiabá e Várzea Grande.

Em segundo lugar aparecem os operários da construção civil, com 28 ou 16% das próteses confeccionadas. Em seguida, na terceira posição, estão os portadores de diabetes, doença crônica que pode levar à perda de membros, caso não seja mantida sob controle.

No caso dessa doença foram registrados 20 (ou 11,90%) casos de pacientes com amputações diversas. As vítimas de trombose (má-circulação do sangue) surgem em quarto lugar, com 15 próteses ou 8,9%) dos atendimentos.

As vítimas de acidentes de moto também aparecem com destaque nas salas de fisioterapia. Estima-se que 80% das pessoas que recorrem à reabilitação motora no Dom Aquino Corrêa, uma média de 20 ao dia, apresentam sequelas de acidentes com moto.

A diretora do Cridac, Lúcia Provesano, explicou que esses dados são parciais e integram uma estatística que começou a ser feita há poucos meses.

A expectativa dela é que até o final deste ano o órgão tenha um levantamento mais detalhado sobre o que levou mais de 320 mato-grossenses à necessidade do uso de próteses de pernas.

Esse é o número de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que estavam na fila de espera por prótese desde 2007 e começaram a ser atendidos este ano, a partir da contratação de uma empresa paulista especializada na confecção de membros artificiais.

Há cinco meses, a técnica em enfermagem Claudionice Gomes Pereira, 39 anos, perdeu a perna esquerda em um acidente de moto na avenida Antártica. Ela contou que trafegava normalmente quando um caminhão atravessou na frente de sua moto.

Com o membro fraturado em quatro lugares a partir do joelho, ela disse que cinco dias depois do acidente os médicos viram a amputação como única saída para preservação da vida dela.

Casada, mãe de dois filhos, Claudionice trabalhava como gerente do centro de saúde do bairro Bela Vista, para onde não sabe se poderá retornar. Ela recebeu uma perna artificial e está fazendo fisioterapia para se adaptar a nova vida.

Um acidente de moto ocorrido em seis de junho de 2009, numa rua do bairro Santa Helena, em Cuiabá, acabou com o sonho do estudante Johnny da Silva Cintra, 25 anos. Aluno do segundo semestre do curso de Educação Física, Johnny disse contou que o carro atravessou na frente de sua moto e decepou sua perna direita.

Antes desse acidente, o estudante já havia sofrido outros seis, de menor gravidade. “Eu corri risco de morte, minha perna ficou presa no carro e eu fui arrastado no asfalto”, recordou.

Tentando esquecer o passado, Johnny falou que está fazendo fisioterapia e se preparando para receber uma perna artificial. Quando isso ocorrer, disse, quer voltar a estudar, trabalhar e reconstruir sua vida.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· A IMPRUDENCIA E A FALTA DE RESPEITO NO T  - MOTORISTA

20:53 Sai acordo de desocupação pacífica em residencial
20:52 Ritmo continua lento
20:52 Cenário desolador em trecho do VLT na Capital
20:38 Jayme desiste de candidatura ao Senado
20:38 BOA DISSONANTE


20:38 ERRAMOS
20:37 Um caso de amor
20:37 Regime aristocrático
20:36 O melhor legado
20:36 É preciso mudar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012