Terça feira, 21 de maio de 2019 Edição nº 12489 12/08/2009  










BRASILAnterior | Índice | Próxima

Exportações de produtos agrícolas recuam 20,7%

Da Agência Estado – Brasília

As exportações de produtos agrícolas renderam US$ 6,28 bilhões no mês de julho de 2009, o que significou uma queda de 20,7% em relação a julho de 2008, informou o Ministério da Agricultura. Os gastos com importações também caíram. A queda foi de 29,5% em relação a julho do ano passado - para US$ 795,9 milhões.

Os técnicos do ministério minimizaram a queda e lembraram que julho de 2008 - usado como base de comparação - foi o mês que registrou o maior valor exportado da série histórica, que teve início em 1989.

De acordo com o governo federal, as exportações de açúcar continuam ocupando lugar de destaque na balança comercial do agronegócio. Os embarques desse produto no mês passado renderam US$ 761 milhões - um aumento de 35,1% em relação a julho de 2008.

O crescimento dessas exportações é resultado da elevação de 19,1% nos preços no mercado internacional e de 13,4% na quantidade embarcada. As exportações de álcool recuaram, em dólares, 37,7%, totalizando US$ 175 milhões - resultado da queda de 18,3% na quantidade exportada e de 23,7% no preço.

Segundo o Ministério da Agricultura, o açúcar brasileiro vem ganhando espaço no mercado internacional por causa da quebra de safra na Índia.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:49 BOA DISSONANTE
19:48 Jayme vê chantagem do Governo Federal com Congresso
19:47 Por um urbanismo protagonista
19:47 Refletir sobre o turismo que queremos
19:47 Educação moral no seio familiar


19:46 Professor
19:45
19:45 Impessoalidade nas investigações
19:43 Novela tem a missão de recuperar audiência
19:41 Elton John agora na tela grande
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018