Quarta feira, 19 de junho de 2019 Edição nº 12440 16/06/2009  










PECUÁRIA – IIAnterior | Índice | Próxima

Associação rebate acusações apresentando números da SSBR

Da Redação

O diretor da Acrimat e presidente da Comissão de Meio Ambiente, Vicente Falcão, diz que os dados que a entidade têm contabilizados demonstram que nos últimos cinco anos, a área total de pastagem de Mato Grosso, praticamente não foi alterada. Em 2004 eram 25,3 milhões de hectares de área total de pastagem, contra 25,7 milhões de hectares em 2008. “Essa informação vem de uma pesquisa séria, realizada pela SSBR (Synoptika Solutions Brasil), a pedido da Acrimat, o que demonstra que agimos de forma responsável e dentro da lei”.

O superintendente Luciano Vacari ressalta que foi através da produção do boi que surgiram muitas cidades de Mato Grosso, empregos, altos investimentos no setor industrial, desenvolvimento e que a regra era de abertura de 50% das áreas e com a Medida Provisória 2.166-67, de 24 de agosto de 2001, que alterou o Código Florestal, isso mudou de um dia para o outro, para 20%. “Imagine você, que constrói uma casa e assim que ela estiver pronta uma lei determine que essa casa não pode ser construída no terreno comprado e liberado pelas instituições públicas para a construção. O que devemos fazer, demolir a casa?”.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




05:54 Arcanjo pede liberdade condicional
05:54 BOA DISSONANTE
05:53 Qual o valor de uma flor de soja?
05:52 O saneamento pelo mundo
05:52 Missão Salesiana de MT faz 125 anos


05:51 Frustração com o relatório
05:48
05:47 Game of Thrones e Vingadores: Ultimato são favoritos ao MTV Movie & TV Awards
05:46 Burle Marx dá ares tropicais ao Jardim Botânico de NY
05:45 Betty Milan discute a memória em romance sobre a imigração
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018