Segunda feira, 25 de setembro de 2017 Edição nº 12405 05/05/2009  










TEATROAnterior | Índice | Próxima

Um Jantar-Espetáculo

Mangiare, do Grupo Pedras do Rio de Janeiro, reúne atores que se utilizam de técnicas tradicionais, máscaras e bufonaria, entre outros

Claudio de Oliveira
Da Redação

Alimentação é cultura. O modo de servir, como compartilhar a mesa e a cozinha e obviamente o que servir. Hoje a noite a culinária adentra o teatro. Trata-se da peça Mangiare do Grupo Pedras do Rio de Janeiro. O

Grupo reúne atores que sem diretor desenvolvem um trabalho de pesquisa desde 2001 alicerçado em técnicas tradicionais do trabalho do ator, como a utilização de máscaras, a bufonaria, e a vivência de manifestações populares brasileiras. No seu repertório de espetáculos estão: Restin (2002), O Muro (2004) e Mangiare que têm como marca o ineditismo e a pesquisa dramatúrgica fundamentada na idéia do Ator-Criador. O grupo é formado por: Adriana Schneider, Ana Paula Secco, Diogo Magalhães, Georgiana Góes, Helena Stewart, Luiz André Alvim, Marina Bezze e o cenógrafo Marcos Feio.

Mangiare estreou no Teatro Maria Clara Machado em maio de 2007 e fez uma temporada até final de junho, com lotação esgotada toda temporada. As pesquisas para a concepção do espetáculo começaram em maio de 2006 e foi realizado pelo menos um ensaio aberto com cenas do processo em si a convite do festival internacional de teatro, RioCenaContemporânea na Estação Leopoldina.

O espetáculo apresenta o tema da comida como num menu. O público é convidado a se sentar em três grandes mesas com capacidade total de 65 pessoas. De entrada uma salada oriental é preparada e servida ao público por uma mãe e duas filhas com seus conflitos e intimidades. O prato principal é feito por divertidas máscaras balinesas que sonham com a fortuna ao preparar um nhoque de inhame. Histórias e segredos culinários são confidenciados ao público por personagens que se sentam à mesa e o tema da compulsão é abordado com música, tragédia e humor. No final as sobremesas são oferecidas numa brincadeira de tentação e desejo. A música ao vivo que alimenta todo o espetáculo finaliza essa farra gastronômica.

Como numa receita quando está sendo criada, esse processo foi a alquimia de três atrizes com uma atriz de fora do grupo, que pela primeira vez experimentava o sabor da direção, a mistura dessas memórias, desejos, tentações e abismos com a alegria, a música e o prazer de compartilhar a comida que estava sendo preparada. Botaram a mão na massa, dividiram mais as funções e acharam jeito próprio de fazer, de produzir.

O espetáculo dialoga com temas relacionados à comida: seu uso como instrumento de cura, a compulsão, e a sua capacidade de evocar a memória. (com assessoria)



Serviço:

O QUE: Festival Palco Giratório – Mangiare (RJ)

QUANDO: Hoje, 20h

ONDE: Salão Social - 65 lugares

QUANTO: R$ 10 (inteira)

INFORMAÇÕES: 3616 6900

Indicação: 10 anos acima



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:35 Filmagem era para pegar Riva
19:35 Prefeito teme por sua segurança
19:34 “Eu quero que Emanuel que se f...”
19:34 Segundo Silvio, Silval não deu dinheiro para campanha de Taques
19:34 Silvio nega omissões em sua delação


19:33 Ezequiel se livra de ação da Máfia dos Sanguessugas
19:32 Justiça prende e solta Luiz Soares
19:13 Motorista é preso em blitz com espingarda e dinamite
19:13 Irmãos são presos por tráfico de drogas
19:13 Foragido há 19 anos é preso no Piauí
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015