Domingo, 25 de agosto de 2019 Edição nº 9814 19/12/2000  










VIOLÊNCIAAnterior | Índice | Próxima

Soldado da Polícia Militar é morto em Pontes e Lacerda

CLARICE NAVARRO DIÓRIO
Da Sucursal de Cáceres

O soldado da Polícia Militar Elcias Ferreira da Silva, 30, foi assassinado a tiros na noite de domingo, em Pontes e Lacerda, onde servia na 2ª Companhia.

Segundo testemunhas, por volta das 20 horas o soldado, que estava de folga e à paisana, estacionou o seu carro em frente ao Bar do Regis, na avenida Marechal Rondon, Jardim Bela Vista, e entrou para usar um telefone público instalado no interior do bar. Foi quando chegaram dois homens e começaram a atirar contra o policial, que tentou ainda chegar ao carro, mas caiu e foi novamente alvejado.

O proprietário do bar informou que nesta hora estava entregando um botijão de gás para um cliente, saindo do estabelecimento, e não conseguiria identificar os assassinos.

Na Delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda os agentes informaram que ainda não há pistas para a elucidação do crime. O soldado, natural do Espírito Santo, foi velado e sepultado no Município de Jauru, na região de Pontes e Lacerda, onde tinha familiares.

O laudo médico ainda não foi divulgado, mas o soldado morreu no local, em decorrência dos vários tiros que levou. Segundo informações da Polícia Civil, o soldado trabalhava normalmente como motorista da viatura policial e, aparentemente, não tinha nenhum envolvimento ilícito ou inimigos declarados.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:43 Uma vela para Willian
17:42 RiseUp! Pocket
17:41 Fake news na internet
17:39 Lista da privatização
17:38 Dalila usa prisão injusta de Jamil no passado para acusá-lo de homicídio em Órfãos da Terra


17:38
17:37 Caio Blat afirma que Globo fará série de Grande Sertão: Veredas para 2020
17:36 Ex-gordo, Leandro Hassum estreia seu talk show fora da Globo
17:35 Presidente da Ancine diz que suspensão de edital foi convite ao diálogo
17:34 Lançado em momento oportuno, obra de Laurentino Gomes deixa de aprofundar certos fatos
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018