Sexta feira, 15 de novembro de 2019 Edição nº 12335 05/02/2009  










BOMBEIROS Anterior | Índice | Próxima

Novos equipamentos chegam dia 8

Da Assessoria

A empresa alemã Iveco Magirus confirmou a entrega dos novos equipamentos para o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso no dia 8 de abril, aniversário de Cuiabá. O comunicado feito pela indústria foi repassado ao governador Blairo Maggi (PR) por oficiais da corporação, durante reunião no Palácio Paiaguás, na manhã de ontem.

As novas viaturas foram adquiridas respeitando a Lei de Prevenção de Pânico e Sinistro. Com elas, o governo do Estado dá inclusive mais condições de segurança para os torcedores caso a Capital mato-grossense seja eleita uma das subsedes da Copa do Mundo 2014. Uma comissão da Fifa passou por Cuiabá esta semana para avaliar a cidade.

Oficiais fizeram uma visita técnica à Alemanha em janeiro. O comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Estado, o coronel Arilton Azevedo Ferreira, revelou que, segundo estatísticas da Liga dos Bombeiros do Brasil (Ligabom), a aquisição dos novos equipamentos colocará Mato Grosso no quarto lugar em poder operacional. “Estamos no Centro-Oeste com o maior poder operacional, superior a Campo Grande, Goiânia e Tocantins juntas”, comemora o coronel.

Com um investimento total de R$ 13,6 milhões, o governo do Estado adquiriu da empresa alemã 13 novas viaturas, duas escadas Magirus 57 metros (mecânica), cinco Auto Bombas Tanque com capacidade para 5 mil litros de água e seis unidades de Auto Busca e Salvamento Leve com capacidade para mil litros, voltadas a pequenos incêndios e salvamentos específicos. De acordo com o comandante, essas escadas são as maiores fabricadas no mundo.

Os novos equipamentos renovam a frota dos Bombeiros principalmente na Baixada Cuiabana, sendo extensivo aos municípios pólos, fazendo o remanejamento das viaturas existentes hoje para o combate e salvamentos para outras cidades. A corporação terá a partir de então condições de atender até cinco eventos (acidentes automobilísticos com vítimas) simultaneamente. Tal poder operacional é comparado às grandes capitais dos Estados do Sudeste.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:29 A Bolívia e seus dilemas - parte II
17:29 BOA DISSONANTE
17:28 Estado adia para 2020 decisão sobre VLT
17:27 Diferença entre direita e bolsonarismo
17:26 A saída da extrema pobreza


17:26 Reflexões da vida
17:25 Toffoli intima BC e obtém dados sigilosos de 600 mil pessoas
17:25
17:24 Brics ignoram crise na Venezuela e Bolívia
17:24 Zona de livre comércio com China pode prejudicar indústria
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018