Segunda feira, 24 de junho de 2019 Edição nº 12167 19/07/2008  










SAÚDEAnterior | Índice | Próxima

Vigilância Sanitária de SP proíbe medicamento Prexige

Da Reportagem

A Vigilância Sanitária de São Paulo interditou, cautelarmente, todos os lotes de um dos antiinflamatórios mais vendidos do mercado brasileiro: o Prexige, fabricado pela multinacional Novartis. A interdição só vale para São Paulo.

A Vigilância Sanitária paulista explica que recebeu “notificações de suspeitas de reações adversas, hepáticas e cardiovasculares graves associadas ao uso do medicamento”. Parte das notificações foi feita por pessoas que utilizaram o produto por períodos curtos.

O medicamento foi proibido na Austrália após a morte de dois pacientes que faziam uso. O Prexige não tem a aprovação do Federal Drug Administration (FDA), a agência que regula medicamentos e produtos alimentícios nos Estados Unidos.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




10:13 Sindicalismo 4.0 e a revolução tecnológica
10:13 Emanuel querapoio do DEM
10:12 Desemprego
10:12 O grande protesto
10:11 Questão das armas


10:09 Dodge questiona vazamento e se manifesta contra Lula
10:09
10:06 Bolsonaro admite problemas na articulação política
10:05 PM amigo de Bolsonaro assume Secretaria-Geral
10:04 Guerra só tem mais 6 meses e pode gerar prejuízo de R$ 12 mi
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018