Terça feira, 21 de maio de 2019 Edição nº 9800 04/12/2000  










Anterior | Índice | Próxima

Kuerten arrasa a “velha guarda” e salva a ATP com seu título

Da Reportagem

Em três dias, Gustavo Kuerten demoliu a “velha guarda" do tênis no Masters de Lisboa, torneio que reuniu os oitos melhores tenistas da temporada, dando a arrancada que lhe assegurou o título da Corrida dos Campeões.

Para alívio da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), que investiu milhões de dólares em campanhas publicitárias para promover os tenistas mais jovens, o brasileiro bateu e eliminou, na seqüência, os três tenistas na ativa com os melhores resultados na década -Ievguêni Kafelnikov, 26, Pete Sampras, 29, e, na final de hoje, Andre Agassi, 30.

Kuerten conseguiu fazer o que seu grande rival na disputa pelo topo, Marat Safin, não foi capaz.

O russo, de apenas 20 anos, teve a oportunidade de ficar com o título da Corrida dos Campeões em Lisboa duas vezes, ambas contra as duas grandes estrelas do esporte na década, mas fracassou.

Na sexta-feira passada, ainda pela primeira fase e já classificado, Safin perdeu para Sampras. Sábado, já pelas semifinais, foi batido com facilidade por Agassi.

Já sentindo o perigo de ficar sem o primeiro lugar do ranking, o russo viajou de volta para seu país ainda no sábado. Assim, caso Kuerten perdesse ontem, Safin não poderia receber o troféu oferecido pela ATP ao vencedor da Corrida dos Campeões.

Kuerten modificou um quadro que parecia perdido para os mais jovens, tanto dentro da quadra quanto no marketing. Desde o início do Masters, os jogadores mais velhos tiveram a simpatia da torcida e os melhores resultados.

Além de Safin, outros dois jovens incluídos nas campanhas da ATP, que causaram polêmica entre alguns veteranos, fracassaram no Masters português.

Magnus Norman, 24, foi o único que não conseguiu nem sequer uma vitória. Lleyton Hewitt, 19, depois de vencer Sampras na estréia, sofreu duas derrotas e acabou eliminado. Além disso, levou um “puxão de orelha" do espanhol Alex Corretja pelo seu comportamento na quadra.

Com a ajuda dos resultados, os veteranos ocuparam o coração dos torcedores portugueses e a atenção da mídia.

Até na revista oficial do Masters, que tinha circulação diária, a capa foi monopolizada por Pete Sampras e Andre Agassi.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




21:35 Guga agradece de patrocinadores à cozinheira
21:35 Parceria entre Guga e Larri dura 11 anos
21:35 Oncins e Fermando Meligeni elogiam o feito de Kuerten
21:34 Guga fatura US$ 1,4 milhão com título
21:34 Agassi falha na devolução


21:34 Rival disse que Guga foi melhor
21:34 Kuerten arrasa a “velha guarda” e salva a ATP com seu título
21:33 Nobres consegue a reabilitação
21:33 Uirapuru perde invencibilidade para o Duque
21:32 Espanha rouba título do Brasil
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018