Domingo, 17 de fevereiro de 2019 Edição nº 12149 28/06/2008  










SINOPAnterior | Índice | Próxima

Formada chapa com Fiúza e Yanai

Da Reportagem

O pré-candidato a prefeito de Sinop, empresário Paulo Fiúza (PV), será apoiado pelo grupo formado pelo DEM e PSDB. A aliança articulada pelo deputado estadual Dilceu Dal’Bosco (DEM) foi selada durante reunião na manhã de ontem. Fiúza terá como companheiro de chapa um ex-pré-candidato, o médico e suplente de senador, Jorge Yanai (DEM), que havia desistido do pleito para que seu partido apoiasse o empresário Irineu Martins (PSDB).

Além do DEM e PSDB, Fiúza contará com o apoio de outros três partidos que compunham a base de aliança do ex-candidato pelo PSDB. PPS, PTB e PSB estão com o empresário. Dal’Bosco ainda afirma que o grupo está conversando como PMN, mas que não está nada fechado com o partido ainda. Se fechar com o PMN, Fiúza terá pouco mais de 17 minutos de tempo na propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão.

O grupo liderado pelo parlamentar e pelo prefeito de Sinop, Nilson Leitão (PSDB), se viu obrigado a procurar outra medida depois que Irineu desistiu repentinamente da disputa eleitoral. Esse fato abalou profundamente os planos dos mandatários do PSDB e DEM municipal. Ambos tinham o empresário como o “fator novo” e que poderia decidir a eleição a favor da dobradinha.

Depois da desistência do tucano, Dal’Bosco começou a ser pressionado pelo grupo para se lançar à Prefeitura de Sinop, mesmo contra sua vontade. O líder democrata protelou para o último prazo a decisão do DEM, ou seja, a convenção do partido que acontece no domingo (29).

DESISTÊNCIA - Na véspera da decisão, o prefeito de Sinop, Nilson Leitão disse acreditar que o apoio do governador Blairo Maggi (PR) à candidatura do deputado estadual Juarez Costa (PMDB) foi o principal motivo à debandada do empresário Irineu Martins (PSDB) da corrida sucessória. “Essa questão do Maggi pesou. Acho que ele se sentiu desprestigiado”.

Entre os argumentos expostos a Leitão, o empresário teria mencionado que negócios pessoais em curso teriam tornado a candidatura algo incompatível. Irineu recuou do projeto político após já ter anunciado em ato oficial do PSDB local a empreitada pela sucessão do prefeito Nilson Leitão. A retirada da pré-candidatura desnorteou o grupo de sustentação ao prefeito. A decisão incitou a polêmica na política de Sinop, que agora dá sinais de ter definido o rumo para as eleições.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:41 Grupo reavalia licitações do Estado
17:38 Mesmo sendo réu, Maluf se mantém na disputa por vaga de conselheiro
17:38 TJ valida rito da AL para escolha de conselheiro
17:37 Mauro Mendes pede a general Mourão apoio para destravar Ferrogrão e BR-163
17:13 PM fecha boca de fumo na Lixeira


17:12 Homem é preso com mais de R$ 7 mil em arame
17:12 Pecuarista é assassinado em Rondonópolis
17:12 Três são presos por "salve" em suspeito de tentativa de estupro
16:57 Estratégia de Bolsonaro é isolar Bebianno caso ele force sua permanência no cargo
16:57 Bolsonaro está abusando na desordem de início de mandato, diz FHC
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018