Segunda feira, 12 de novembro de 2018 Edição nº 11885 07/08/2007  










CORINTHIANSAnterior | Índice | Próxima

Segurar William é a nova missão

FÁBIO HECICO
Da Agência Estado – São Paulo

"Nada na vida é impossível." Foi assim filosoficamente, que o vice-presidente de futebol do Corinthians, Rubens Gomes, o Rubão, definiu sua missão para segurar o jovem Willian no Corinthians. A proposta de US$ 20 milhões (cerca de R$ 38 milhões) do ucraniano Shakhtar Donetsk balançou o garoto de 18 anos. E a diretoria do clube já admite ser difícil segurar sua grande revelação dos últimos anos.

"Temos de ser habilidosos e fazer de tudo para segurá-lo", afirmou Rubão, que vai promover uma visita do camisa 10 a sua sala para uma conversa franca. "Imagina um garoto que acabou de sair das fraldas e recebe uma proposta milionária. Vai balançar, é claro, mas ele tem estrutura e vamos fazer com que fique", acredita Rubão, garantindo já ter recebido a proposta pelo futebol do meia.

Palavras bem diferentes são as do empresário do jogador, Carlos Leite, que anda irritado com as notícias a respeito de seu cliente. "Sobre suposição eu não falo. Enquanto não tiver proposta, não falo nada", detonou. "Se o Corinthians recebeu algo, ainda não me procurou. Para mim é tudo especulação, boatos", seguiu. Mas nenhum contato? "Do Lyon, recebi alguns telefonemas, só isso. Não há documentos, então, não falo do que não existe", seguiu.

Willian, porém, admitiu ontem a possibilidade de atuar na Ucrânia. Já procurou se informar sobre seu possível novo lar. "Lá é frio, bem frio. Mas tem vários brasileiros, o Ilsinho, o Luiz Adriano, o Jadson, o Fernandinho", mandou, convicto e certeiro. Sabe, também, que não ficará escondido, já que o técnico Dunga, da seleção brasileira, tem observado bastante o futebol do Leste Europeu.

Até nisso Rubão vai dar seu pitaco no encontro com o jogador. "Ninguém sabe se o William quer jogar na Ucrânia, na França, em Portugal, na Espanha... Quem sabe ele não diz que prefere ficar no Corinthians? Aí ninguém o tira daqui", garantiu, ao mesmo tempo já fazendo pressão.

Willian aguarda uma resposta positiva de seus pais para definir o futuro. A família é quem definirá seu destino. "Vou conversar com eles, ver o que é melhor. Preciso ter tranqüilidade nesse momento, não tomar uma atitude precipitada para depois me arrepender."

Desmanche - De uma hora para outra, o técnico Paulo César Carpegiani começou a perder jogadores no Corinthians Pedro rescindiu contrato, Betão foi negociado com o Sochaux, Dinelson e Marcelo Oliveira passarão por cirurgia no joelho e só voltam em 2008, Marcus Vinícius e Marinho têm liberdade para escolher novo clube. Há, ainda, Carlos Alberto e Finazzi, encostados por deficiência técnica. Hoje, o técnico vai se encontrar com o vice-presidente de Futebol, Rubens Gomes, para definir o nome dos reforços que o clube tentará contratar.

"Precisamos encontrar uns jogadores bons, e rápido", afirma Rubão, que confirmou a viagem de Marcus Vinícius para a Suíça, para conversar com dirigentes do Basel. "O Betão vinha jogando, então foi mais fácil o time (Sochaux) olhar. O Marcus Vinícius foi pessoalmente para eles o conhecerem. Por isso ainda não existe uma proposta oficial. Mas deve fechar", disse.

Rubão aproveitou para esclarecer o mal-entendido ocasionado por Carpegiani sobre de onde viriam os reforços. O treinador deixou no ar a possibilidade de alguém do Japão estar sendo repatriado.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:31 Nova ministra da Agricultura
18:31 STF acaba com pensão vitalícia para ex-governadores
18:31 BOA DISSONANTE
18:30 Presunção
18:30 O resgate do futuro


18:30 O acordo Mercosul-União Europeia
18:29
18:29 Primeiros anúncios
18:28 Ela reaparece DONA
18:28 Pesquisa mostra que brasileiro gosta de música
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018