Sexta feira, 24 de maio de 2019 Edição nº 9779 12/11/2000  










CINEMA REGIONALAnterior | Índice | Próxima

Os “filhos do Festival” querem voar mais alto

Bruno Bini, que ganhou a disputa de vídeo regional, no Festival de Cuiabá, anuncia a produção do seu primeiro curta. E projeto Videomaker que agregar novos idealistas.

SEVERINO MOTTA
Especial para o AZUL

"A Saga do Pé de Mamona", filme escrito por Bruno Bini, está prestes a começar suas filmagens. Após ganhar o prêmio de melhor vídeo matogrossense e equipamento suficiente para produzir um curta-metragem, o mais novo cineasta cuiabano promete se esquivar de filmes do Cerrado e da Chapada, inovando assim as temáticas cinematográficas trabalhadas no Estado.

"A Saga do Pé de Mamona” vai contar a história de três amigos de infância, que passados vinte anos, se reencontram numa mesa de bar e começam a buscar a felicidade perdida. “O filme faz também um paralelo ao crescimento do homem, com alusões psicológicos a C. G. Jung" disse Bruno.

O filme será produzido pela mesma equipe do ganhador "Tem um Minuto?" e será a primeira experiência cinematográfica de Bruno e de seus colegas de trabalho. Além disso, será realizado, essencialmente, por pessoas que moram em Cuiabá. "Depois de fazer vídeos e participar da produção de vídeos publicitários está na hora de fazer filmes. Porém, com o cinema é preciso um pouco mais de calma e atenção para que não cometamos erros", avalia Bruno.

"Não podemos nos esquecer do projeto Vídeomaker, afinal, foi por causa dele que chegamos até aqui", contou, destacando a importância de iniciativas como esta para a produção local. "É muito importante para nossa formação e para a cena local, que projetos como estes dêem certo. Já se podem ver os frutos do trabalho, e agora, nós começaremos a segunda fase do projeto", finalizou Bruno.

Perfil de um jovem cineasta



Nome: Bruno Bini

Idade : 22 anos

Profissão : Publicitário

Trabalhos premiados : "Tem um Minuto?", melhor vídeo matogrossense do Festival de Cuiabá

Trabalhos anteriores : "A tampa da garrafa" e outros que ele prefere não comentar

Hobby : Tocar bateria com a banda "Merdero"

Filmes preferidos : "Cinema Paradiso" e "Matrix"

Atores : Murilo Benicio e Al Pacino

Atrizes : Fernanda Montenegro e Gwyneth Paltrow

Planos : Fazer seu primeiro curta-metragem "A Saga do Pé de Mamona"





O Projeto Videomaker abre suas portas



"Tudo começou quando nos reunimos para fazer um curta metragem financiado pela lei de Incentivo a Cultura. Depois, se transformou num vídeo para cada um, e agora queremos ampliar ainda mais o projeto", conta Keiko Okamura, uma das idealizadoras e produtora de todos os vídeos do projeto.

O projeto "Vídeomaker", para quem não sabe, foi o caminho encontrado por cinco videomakers cuiabanos para poderem produzir obras audio-visuais de forma profissional e com qualidade. Baseados na lei de Hermes de Abreu, Keiko Okamura, Bruno Bini, Júlio Bedin, Ana Paula Sant`Ana e Rômulo Fraga conseguiram o aval da Secretaria de Cultura para iniciar o projeto e produzirem cinco vídeos 100% matogrossenses.

O projeto não fica só nestas produções, agora com os cinco vídeos prontos será iniciada a segunda etapa do projeto. "Queremos levar 'vídeos para serem exibidos em escolas e faculdades, públicas ou não, além do sonho maior, que é levar estas produções para o interior do Estado", diz Keiko que está esperando a iniciativa daqueles que querem participar da produção de obras audio-visuais para se juntarem ao grupo.

A atual cena cinematográfica regional não é das melhores, não temos cursos profissionalizantes nem mesmo uma faculdade de cinema em Mato Grosso. Devido a isso, quase toda a produção local é feita pela intuição e pelo conhecimento adquirido com as oficinas. "A falta de profissionais e de escolas de cinema fazem com que quem queira trabalhar com o audio-visual vá estudar Comunicação Social na faculdade. O curso pode dar uma noção, porém sempre precisaremos de técnicos especializados em cinema, que só são encontrados fora do Estado", lamenta Keiko.

Na tentativa de suprir, um pouco, estas necessidades, o projeto Vídeomaker planeja ministrar oficinas e workshops sobre cinema. "Têm-se a idéia de que algumas oficinas realmente produzam um audio-visual. Familiarizando os alunos com a realidade da profissão. Além disso, não serão só estas oficinas relâmpagos de três dias a uma semana, pretendemos fazer alguma coisa para que todos possam aprender de maneira extensiva" , anuncia Keiko.

As datas para as oficinas e exibições em colégios estão marcadas para o início do ano que vem.



Perfil de uma videomaker



Nome: Keiko Okamura

Idade : 29 anos

Profissão : Produtora

Trabalhos premiados : “Cilada para os Cinco Morenos”, premiado no Festival de Miami

Hobby : Dançar

Filmes preferidos : "Ondas do Destino"

Atores : Al Pacino

Atrizes : Wymona Rider

Planos : Fazer um documentário sobre as danças folclóricas de MT.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:54 Professores aprovam greve a partir de segunda
19:54 BOA DISSONANTE
19:52 Raiva
19:52 O Haras Twin Brothers
19:51 Abraçar


19:51 Princípio da Legalidade
19:49
19:49 Manifestações de domingo
19:48 Fabio Porchat lança talk show beneficente no teatro e prepara filmes e programas
19:47 Filme sul-coreano que chegou sem estridência a Cannes pode roubar holofotes
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018