Sexta feira, 04 de setembro de 2015 Edição nº 11830 02/06/2007  










CRYSTALAnterior | Índice | Próxima

Cervejaria proibida de retomar obra

Da Reportagem

A Cervejaria Petrópolis conseguiu a Licença Prévia, primeiro passo para iniciar a construção da fábrica da Crystal em Rondonópolis (210 quilômetros ao sul de Cuiabá), mas ainda não está autorizada a retomar o trabalho de terraplanagem e nem a iniciar as obras prediais da indústria. A documentação emitida até o momento permite apenas a realização de estudos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) qualquer tipo de obra no local só poderá ser realizada depois que for concedida a Licença de Instalação – a segunda de três licenças necessárias para abrir um empreendimento na área urbana da cidade.

No canteiro de obra, localizado na margem direita da BR-163 (sentido Rondonópolis-Campo Grande), os comentários entre os empreiteiros são de que os trabalhos irão recomeçar na segunda-feira, porém, ninguém ligado diretamente à empresa confirma a informação.

Segundo a Sema, a obra poderá ser embargada novamente caso a construção seja retomada antes da emissão, por parte do órgão, da Licença de Instalação. O órgão não informou qual é a penalidade em caso de descumprimento da determinação. (Anelize Moreno/Rondonópolis)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

20:53 Luverdense se apresenta em Macaé
20:53 Luverdense se apresenta em Macaé
20:53 Técnico foca em duelo direto
20:53 Santos vence a Chapecoense na Vila
20:52 Jogadores fogem da ira dos torcedores e focam treinos


20:52 Enderson terá de administrar desfalques
20:52 CBF afasta árbitro e assistentes
20:51 Clube pode sofrer perda de mandos
20:51 Willian acredita nos novos jogadores
20:48 Verba da AL pode ir para municípios
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015