Sexta feira, 22 de março de 2019 Edição nº 11756 04/03/2007  










TRÁFICO ALVOROÇADOAnterior | Índice | Próxima

PRF apreende 176 quilos de pasta-base

Dentro de curto período, traficantes que ocupavam três veículos diferentes foram flagrados conduzindo droga com destino a MG


A origem da droga: Cáceres, na fronteira com a Bolívia. O destino: o Triângulo Mineiro
ADILSON ROSA
Da Reportagem

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu ontem, em Cuiabá, 176 quilos de pasta-base de cocaína que estavam escondidos em três veículos apreendidos em horários diferentes no posto da BR-364, na saída para Rondonópolis. Quatro pessoas foram presas e todas contaram versões semelhantes, levando os policiais a suspeitar que eles tenham sido contratados por uma mesma organização criminosa para levar a droga de Cáceres até Minas Gerais.

Embora os policiais tratem as apreensões como ocorrências isoladas, existem indícios de que se tratava dos mesmos traficantes responsáveis pela encomenda da droga. Um deles suspeita que os traficantes usaram o esquema de mandar vários carregamentos maiores de uma vez para tentar driblar a fiscalização, mas não obtiveram êxito.

A primeira apreensão ocorreu por volta das 2 horas da madrugada. Foram 107 quilos distribuídos em 96 tabletes que estavam acondicionados no fundo falso da carroceria de uma picape Silverado. Com a droga, os policiais prenderam Rubens de Matos Pereira, de 31 anos, que pegou a pasta-base em Cáceres e iria levá-la para Rondonópolis, mas os policiais desconfiam que o destino seria Ituiutaba (MG). Rubens disse que receberia R$ 15 mil pelo transporte que seria pago no ato da entrega.

Ele acrescentou que a montagem foi feita por traficantes bolivianos que deixaram a picape de volta em Pontes e Lacerda. "Peguei o veículo pronto já com a droga escondida. Meu trabalho era só dirigir e entregar no destino", relatou.

Para os policiais, a camuflagem foi muito bem-feita, pois foram usados vários parafusos no encaixe do fundo falso, dificultando a ação dos policiais. Estes levaram cerca de cinco horas para localizar os tabletes. "Um trabalho inútil, porque descobrimos todo o esquema", ressaltou.

Por volta das 9 horas, os policiais prenderam Afonso Junqueira, de 50 anos, que transportava 45,4 quilos de pasta-base distribuídos em 30 tabletes e 50 garrafas de refrigerantes de 500 ml. A droga estava escondida nas duas caixas de ferramentas de um caminhão Mercedes de cor branca, que rodava vazio.

Aos policiais, o motorista revelou que receberia R$ 10 mil pelo serviço. A droga seria entregue em Uberlândia (MG), próximo de Ituiutaba. "O fato da droga ser colocada em locais separados revela o temor dos traficantes em modificar o esquema", observou um dos policiais. Cerca de uma hora depois, os policiais localizaram mais 23,850 quilos escondidos no tanque do combustível de um pampa. Com a droga, os policiais prenderam Ronildo José de Oliveira, de 44, e Ivadil João Rodrigues, de 37.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· acasa caiu.  - serizio




17:49 Coronel preso é figura-chave em campanhas de Temer
17:49 Moreira Franco ajudou a pensar em formato de propina
17:49 O que pesa contra o ex-presidente Temer
17:48 Prisão foi para evitar destruição de provas
17:48 PT espera que prisão não seja baseada apenas por especulações


17:48 Ex-presidente é preso pela Lava Jato
17:45 Corinthians garante mando em decisão das quartas
17:45 Gustagol é preservado para as quartas
17:45 Ferrari tenta entender estreia ruim na F-1
17:44 Clubes pagam viagens de conselheiros com atletas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018