Domingo, 19 de maio de 2019 Edição nº 11533 04/06/2006  










Anterior | Índice | Próxima

Diesel é o grande vilão da alta do frete

Da Reportagem/Rondonópolis

Por mais que o custo do frete interfira no preço final pago pelos produtores às tradings, o vilão do alto preço é o óleo diesel. Tanto é, que a desoneração do diesel é uma das principais reivindicações dos produtores rurais mato-grossenses. Pedido este não acatado pelo governo federal para Plano Safra 06/07, lançado na semana passada.

“Cinqüenta por cento do que pagamos com frete é óleo diesel”, afirma o diretor da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja) e coordenador da Comissão de Agricultura do Sindicato Rural de Rondonópolis, Ricardo Tomczik.

A média dos preços do óleo diesel em Mato Grosso, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), em maio deste ano, esteve entre R$ 2,13 o litro. Em Rondonópolis (210 quilômetros ao Sul do Estado), o combustível está custando R$ 2,07. A variação observada nos anos de 2003, 2004 e 2005 do preço cobrado em Rondonópolis pelo litro de óleo diesel é de R$ 1,57, 1,94 e 2,06 respectivamente.

Além de alterar o valor do frete, o óleo diesel está embutido também no custo gasto pelos produtores para abastecer as máquinas agrícolas. (JC)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:08 Ministro defende proposta da indústria para rotular alimentos
20:07 De 380 escolas, só seis têm a telemedicina como matéria obrigatória
20:01 BOA DISSONANTE
20:00 A revogação da prisão preventiva de temer
20:00 Fim dos lixões e aterros sanitários


19:59 Despertar da educação
19:59 Jabuticaba
19:58 Final de The Big Bang Theory acerta no equilíbrio entre comédia e emoção
19:58
19:57 Os homens que não amavam as mulheres
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018