Segunda feira, 18 de março de 2019 Edição nº 11461 08/03/2006  










NA TELINHA Anterior | Índice | Próxima

"JK" ganha emoção com história de Lilian Gonçalves

Folhapress – São Paulo

O episódio mais traumático da vida de Lilian Gonçalves, a empresária auto-proclamada "rainha da noite” paulistana, promete movimentar a pouco empolgante "JK”. Interpretada por Mariana Ximenes, Lilian será violentada pelo cunhado Severino (Fábio Lago). A cena do estupro, baseada em um fato real, deve ser exibida na próxima quarta-feira, 15.

"É a minha cena mais forte [de "JK”]. É difícil se colocar na situação de uma mulher que sofre esse tipo de atrocidade”, conta Ximenes.

Qualquer que seja a reação que a atriz deu à personagem na cena, é certeza que ela fará a audiência segurar o seu sono -algo que Juscelino não conseguia fazer sozinho.

"É impactante mesmo, coisa de novela. Por isso que as pessoas estão acompanhando a história, têm interesse em saber o que o Severino vai fazer com ela”, aposta a Lilian Gonçalves da vida real, que, apesar de empolgada com a minissérie, diz que prefere não assistir a essas cenas polêmicas. "Fico nervosa só em lembrar [do estupro]. Tive um treco quando vi o episódio em que ele a assediou pela primeira vez”, conta.

Desde o início da terceira fase, "JK” está mantendo uma audiência em torno dos 27 pontos no Ibope -contra os 40 da primeira semana. A explicação para a queda, segundo especialistas, é a ausência de um personagem que segure o ritmo folhetinesco exigido por uma minissérie. Mas nem precisava ser expert para chegar à conclusão que cenas de alto teor dramático costumam agradar mais do que as em que homens engravatados discorrem sobre alianças políticas em um gabinete.

Para a especialista Maria de Lourdes Motter, do Núcleo de Telenovelas da USP, o drama de Ximenes deve dar gás à trama. "A história de JK, como está sendo contada, não reúne atributos que a tornem interessante para o público. As histórias folhetinescas, como a do coronel Licurgo (Luis Melo), e a de Lilian são as que entretêm a audiência”, atesta.

História triste e vitoriosa - A personagem de Mariana Ximenes deve passar por maus bocados na pele da filha rebelde da cozinheira do presidente. A família da garota vai desmoralizá-la em um concurso de miss.

"Esse episódio foi o estopim para que a Lilian decidisse seguir seu próprio rumo”, analisa Ximenes.

É daí que Lilian, sem dinheiro no bolso, resolve sair de Brasília para tentar a vida em São Paulo, onde constrói o seu "império”. Abre restaurantes, bares e casas de shows e torna-se "rainha da noite”. Essa última parte, porém, não será mostrada por Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira.

"Acho importante exaltar esses exemplos de pessoas que ignoram o que o destino lhes reservaram e partem em busca da própria felicidade”, conta a atriz.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:02 BOA DISSONANTE
20:01 Governo mantém identidade visual e vai economizar mais de R$ 68 milhões
19:59 O novo e o velho na política
19:58 Aeroportos, ferrovias e senadores
19:58 Cuiabá rumo aos 300 anos


19:56 Feminismo
19:55 Alerta na Lava-Jato
17:32 Silval Barbosa pede para deixar prisão domiciliar
17:32 Juiza afirma que depoimento de Permínio não acrescentou nada
17:31 TCE rejeita denúncia do MP contra Maluf
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018