Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 11456 02/03/2006  










Anterior | Índice | Próxima

‘Gaviões’ deixa os desfiles em São Paulo

Folhapress – São Paulo

O resultado do campeonato do Carnaval paulistano acabou provocando a saída do Sambódromo da escola Gaviões da Fiel, uma das maiores do carnaval paulista. A vencedora foi a escola Império de Casa Verde, numa apuração que teve os primeiros colocados se alternando até o final. A vitória saiu pelo critério de desempate, já que a segunda colocada, a Vai-Vai, conquistou o mesmo número de pontos que a campeã: ambas terminaram a apuração com 298,25 pontos dos 300 possíveis. Foi o quesito evolução que rendeu a vitória à Império. Nesse critério, a primeira colocada perdeu 0,25, e a segunda, 0,75.

O presidente da Gaviões da Fiel, Wellington Rocha Júnior, confirmou ontem que a escola não vai mais desfilar e está se desligando da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo em repúdio ao tratamento recebido neste ano.

O anúncio já havia sido feito durante a apuração das notas dos jurados. No final da tarde, porém, a diretoria da escola recuou e disse que iria "repensar" sua retirada. "O Carnaval de São Paulo não é disputado na pista, é fora da pista, com manobras", disse Rocha Júnior.

Os problemas entre a agremiação e a Liga começaram em 2005, quando a Gaviões --oriunda da torcida organizada homônima do Corinthians-- venceu no Grupo de Acesso e reconquistou o direito de desfilar pelo Grupo Especial, considerado a elite da competição.

Como ela desfilaria ao lado de outra agremiação oriunda de uma torcida, a Mancha Verde, ligada ao Palmeiras, a Liga recorreu a um dispositivo do regulamento vigente para determinar que ambas competissem entre si, na categoria Grupo Especial das Escolas da Samba Esportivas.

Para obter na Justiça o direito de concorrer ao título de campeã do Carnaval, a Gaviões diz ter investido, ao todo, R$ 80 mil. Semanas antes dos desfiles, uma decisão liminar garantiu à escola o direito de desfilar ao lado das demais integrantes do Grupo Especial e de concorrer com elas.

Para a avenida, a escola levou o enredo "Asas da Imaginação", que falava sobre o anseio de vôo do homem. Teriam sido investidos R$ 2 milhões.

Punição - Um dia antes da apuração, a escola recebeu a notícia de que havia sido punida com a perda de quatro pontos por ter ultrapassado em um minuto e dez segundos o tempo máximo de desfile; e por ter exposto no gerador a marca de uma empresa.

No dia da apresentação da Gaviões, a Liga chegou a considerar a hipótese de tirar pontos da escola também pela exibição do escudo do Corinthians. Porém, a agremiação apresentou uma liminar que permitia a prática.

"A Gaviões está abandonando o Carnaval de São Paulo. Sofremos o ano todo uma exclusão. Para o nosso povo é triste, mas não vamos ficar num lugar onde a gente vai tirar sempre nove e nunca vai ser reconhecido", disse Rocha Júnior na apuração.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:31 Bancada federal se reúne com ministro da Infraestrutura e cobra duplicação da BR-163
19:30 Deputados aprovam RGA para os servidores da Justiça
19:30 Botelho apresenta 55 proposições e lidera número de projetos
19:29 Justiça bloqueia bens de deputado Romoldo, Riva, Savi e Fabris
19:27 Partidos de olho no Palácio Alencastro


19:27 MT troca Bank of America pelo Banco Mundial
17:21 Alerta na Lava-Jato
17:21 BOA DISSONANTE
17:20 Os negócios são digitais, e agora?
17:20 Gestão pública
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018