Domingo, 28 de maio de 2017 Edição nº 11175 25/03/2005  










DESENVOLVIMENTOAnterior | Índice | Próxima

Prodeic estimula abertura de mais de 15 mil empregos

Da Redação

O Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic), um dos programas criados pelo Governo do Estado na atual administração, dentro de um plano de desenvolvimento para o Estado, vai beneficiar mais 46 empresas de Cuiabá que estão em processo de enquadramento. Essas empresas, que estão em processo de instalação, representam investimentos da ordem de R$ 1,413 bilhão e vão gerar 15.425 empregos diretos.

O Prodeic é um programa implementado pela Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme) que contempla as empresas com a redução da carga tributária (ou renúncia fiscal). Além das 46 empresas que estão se instalando, outras 12 também foram beneficiadas com o programa já estão operando, grande parte delas no Distrito Industrial de Cuiabá. Os R$ 34,1 milhões aplicados por essas empresas permitiram a criação de 2.593 novos empregos.

Outro incentivo criado pelo Governo do Estado, por meio da Sicme, é o Fundeic (Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso), que apóia às micro e pequenas empresas e já liberou financiamento no montante de R$ 1,044 milhão para o segmento em Cuiabá. Os programas setoriais em vigor no Estado e que beneficiam as empresas com redução fiscal vêm sofrendo um incremento nos últimos dois anos.

O Pró-Arroz, por exemplo, beneficiou 11 empresas em Cuiabá que investiram R$ 7.367.400, gerando 149 empregos diretos. Por meio do Pró-Café, outra empresa investiu R$ 500 mil, o que representou a criação de mais 170 empregos. O Pró-Almat, que incentiva a produção de algodão, resultou em investimentos de R$ 945 em quatro empresas, totalizando mais 50 empregos.

Outro programa em vigor é o Prodei (Programa de Desenvolvimento Industrial de Mato Grosso), que nos últimos dois anos recebeu mais força do Governo do Estado. Por meio do Prodei, as empresas recebem um prazo especial para o pagamento do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). O total de investimento nos últimos anos, em 15 empresas da Capital, somou R$ 381,5 milhões e foi responsável pela criação de 6.816 empregos diretos. Esses recursos representam 37% de todos os investimentos realizados em Mato Grosso.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:09 Gaeco analisa investigação interna sobre grampos
20:09 Taques convoca coronel da reserva para conduzir IPM
20:08 Marcelo Duarte e o desafio de construir 100 pontes
20:08 Taques libera R$ 70 milhões para Saúde
20:08 Eduardo Botelho defende uso do Fethab na Saúde


20:08 Gilmar Fabris denuncia ex-diretor de hospital
20:07 Sindicalistas reclamam de falta de diálogo
20:07 Governo propõe pagar em três parcelas
19:54 Moody's altera perspectiva do rating
19:53 Empresas com Sise poderão aderir ao sistema federal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015