Sábado, 15 de junho de 2019 Edição nº 11160 08/03/2005  










WARNE WILLONAnterior | Índice | Próxima

Sorriso elege sua segunda Miss Mato Grosso

Luxo, glamour, elegância, rapidez na apuração do resultado e modernidade, foram esses os maiores predicados do concurso Miss Mato Grosso 2005, ocorrido sábado, 05, no Iate Clube de Cáceres, a capital do Pantanal Mato-grossense.

Mulheres lindíssimas disputaram palmo a palmo o cetro e a faixa para ser a representante do nosso estado no Concurso Miss Brasil 2005, dia 14 de abril no Golden Room do Hotel Copacabana Palace, do Rio de Janeiro.

Na passarela, as candidatas de Barra do Garças, Cáceres, Juína, Juara, Pontes e Lacerda, Cuiabá, Rondonópolis, Nova Mutum, Sorriso, Sinop, Gaúcha do Norte, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde e Tabaporã mostraram as diferentes etnias do povo mato-grossense. No final, Diane Girardi, de Lucas do Rio Verde ficou com o terceiro lugar. Carla Francieli, de Juína, obteve o segundo lugar, e a magnífica beleza de Fernanda Frasson fez dela Miss Sorriso e Miss Mato Grosso 2005.

A Miss Sinop Luciane Rodrigues, classificou-se entre as oito semi-finalistas e foi eleita Miss Simpatia entre as suas colegas participantes.



Miss Mato Grosso

Personalidades de todos os quilates compareceram a Cáceres para prestigiar o evento que escolheu a mais bela mato-grossense, citá-los, tarefa impossível. A festa pipocou de astros e estrelas nativos, mas alguns se sobressaíram, são eles: Vanessa Casalenuovo e o ortodontista Rosário Casalenuovo, os colunistas sociais Tamires Ferreira, Roseli Arruda e Dalva Costa, os secretários de Estado Ieda Marli de Oliveira Assis e João Carlos Vicente Ferreira, o diretor executivo do concurso Miss Brasil Sérgio Brum, a Miss Brasil 2004 Fabiane Niclotti, o colunista social Luciano André, o deputado estadual José Carlos de Freitas, o badalado advogado Almino Afonso Fernandes, o médico Fernando Alvarenga e mais, muito mais gente bonita e interessante.

Ah! Para não dizer que não falei das flores, prefeitos tinham mais ou menos uns quinze. E como diz um velho provérbio popular, tudo fica bem, quando acaba bem.



Mulheres

Comemora-se hoje, o Dia Internacional da Mulher, mas na minha opinião elas deveriam ser festejadas todos os dias. Partindo do princípio que a vida só existe porque as mulheres nos dão ela de presente. Falar da história que originou esta data, todos sabem, foi preciso uma tragédia para o mundo reconhecer o valor da mulher.

Neste dia quero homenagear as leitoras e todas as mulheres mato-grossenses e brasileiras que aqui residem.

Ser mulher é como ser brasileira. Ser mulher e ser brasileira, é não desistir nunca. É ser esposa, mãe, avó, irmã, companheira, trabalhadora, honesta, sensível, e acima de tudo, ter aquele brilho no olhar que só as verdadeiras mulheres têm.

Uma boa terça-feira à todos



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




06:12 Alento na segurança
06:11
06:10 Bandidos na TV conta o caso do apresentador acusado de encomendar mortes por audiência
06:09 Do cinema para os palcos: Loucos de Amor estreia neste final de semana
06:05 Lula põe em dúvida facada em Bolsonaro


06:04 Morre aos 76 anos o jornalista Clóvis Rossi
06:03 Maia diz que governo é usina de crises
06:00 Após cortes, Copa América começa com problemas
06:00 Toronto Raptors conquista NBA pela 1ª vez
05:59 Messi vira pavão e tenta título inédito
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018