Quarta feira, 17 de setembro de 2014 Edição nº 10884 03/04/2004  










MORTE POR ENCOMENDAAnterior | Índice | Próxima

Delegado manda matar corregedor

Pistoleiro da “Toalha Azul” diz que Edgar Fróes tentou contratá-lo para matar corregedor da polícia

José Luiz Medeiros/DC
Delegado Edgar Fróes, preso por duplo assassinato, também teria mandado matar o corregedor da Polícia Civil
ADILSON ROSA
Da Reportagem

O delegado Edgar Fróes, que está preso por contratar pistoleiros para matar a empresária Marluce Alves e seu filho Rodolfo, agora também é acusado de mandar matar o corregedor da Polícia Civil, Geraldo Magela. O assassinato só não aconteceu porque os dois homens que seriam contratados para o “serviço” recusaram a proposta. Na corregedoria, Magela coordenava investigações sobre a conduta de Fróes à frente da Delegacia do Porto.

A denúncia é do ex-policial civil Roberto Magalhães, que é albergado na Delegacia do Porto, e do motorista Josiel Correia da Costa, "Jô", indiciado como intermediário no assassinato de Marluce e Rodolfo Alves. O delegado Edgar Fróes teria proposto o “serviço” em novembro passado e durante o carnaval deste ano.

Magalhães cumpre pena por uma série de assassinatos por encomenda ocorridos nos anos 90, que ficaram conhecidos por “crimes da toalha azul”. Segundo o albergado, o plano para matar o corregedor estava sendo articulado desde novembro, quando começou a correição.

Edgar Fróes, titular da Delegacia do Porto, estava sob correição dos inquéritos e não teria gostado do trabalho do corregedor, pois este estaria localizando algumas falhas em inquéritos. Atualmente, Fróes está preso na Delegacia de Vigilância e Capturas (Decap) acusado de participação no duplo assassinato.

Josiel Correia, o outro preso que teria recebido a proposta de matar o corregedor, entregou para a delegada Ana Paula Faria, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), quatro cartuchos calibre 12, que seriam usados no crime. O delegado-corregedor Geraldo Magela acompanhou o depoimento e saiu da sala impressionado.

A empreitada teria sido oferecida, em novembro, ao ex-policial Magalhães, que recusou. Meses depois, Magalhães soube, através de Josiel que o delegado o havia procurado, no mês de fevereiro, quando o albergado estava em licença médica. A procura para que Josiel participasse do crime de pistolagem ocorreu antes do carnaval.

"O plano, se desse certo, era para incriminar Magalhães, que não estava na Delegacia (em fevereiro). Embora estivesse de licença médica, seria dado como fugitivo e a culpa recairia sobre meu cliente", disse o advogado do albergado, Neyman Monteiro.

Mas em março, Josiel foi procurado pelo delegado Fróes para que participasse de um assalto no Jardim Shangri-lá. O plano era simples: o delegado conversaria com uma mulher (a advogada e empresária Marluce, 53 anos) e dois rapazes (no caso o adolescente de 17 anos e o motociclista identificado como Huck) chegariam e roubariam a bolsa.

Como não havia assassinato, Jô aceitou a proposta que era de R$ 1 mil para cada. Além dele, iriam receber o mesmo valor o motociclista, o responsável pelo roubo e também para o intermediário, Benedito da Costa Miranda, o Piré.

Mas o plano deu errado. O delegado Fróes não ligou para Marluce e nem foi até a frente da casa, como havia combinado. Ao chegar no local, o adolescente rendeu o jardineiro, a advogada e o filho dela. Os três foram levados para a sala onde Marluce e Rodolfo foram executados cada um com um tiro na cabeça. O jardineiro foi poupado.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Estou estarrecido com a notícia. Conheço  - EVALDO REZENDE FERNANDES

23:32 São Paulo perde em Curitiba
23:32 Sport e Inter fazem jogo morno
23:31 Bahia vence de virada e Emerson Sheik critica CBF
23:30 Arbitragem erra e Flamengo empata
22:47 Atlético-MG visita o Goiás


22:46 Grêmio e Santos jogam no Sul
22:46 Corinthians pega a Chapecoense
22:45 Catarinenses ficam no empate
22:44 Fluminense leva virada do Vitória
22:39 Cruzeiro se recupera e vence em casa
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012