Quarta feira, 17 de setembro de 2014










21/11/2003 19:13Anterior | Índice | Próxima

Casulo Mulher será criado em Reserva do Cabaçal

Da Reportagem

O município de Reserva do Cabaçal terá o primeiro assentamento no país destinado apenas às mulheres. O acordo de cooperação técnica para instalação do assentamento Casulo Mulher foi assinado hoje (21) entre o prefeito de Reserva do Cabaçal e presidente da AMM, Ezequiel Ângelo Fonseca, e o superintendente do Incra em Mato Grosso, Leonel Wohlfahrt.

O prefeito Ezequiel disse que a criação do assentamento é uma importante alternativa econômica para Reserva do Cabaçal. “Esse projeto era um grande sonho da comunidade do município e vai mudar a vida de muitas famílias”, assinalou Ezequiel.

O projeto de viabilidade econômica do Casulo Mulher de Reserva do Cabaçal irá atender 35 mulheres numa área de 141 hectares a oito quilômetros da sede do município. O projeto prevê a criação de frangos para o frigorífico Frango Bom, instalado em Mirassol D´Oeste, além do cultivo de hortaliças e frutíferas.

Segundo o acordo já firmado entre a Prefeitura Municipal e o Frango Bom, o frigorífico irá fornecer os pintinhos, a ração e assistência técnica. A cada abate, cerca de 45 dias, a renda a ser obtida pela mulher assentada será de R$ 1.200,00. Irá ainda obter lucro com a venda da cama de frango, a cada dois abates, para produção de adubo e com renda prevista de R$ 700,00. A construção do aviário será com financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf A) no valor de R$ 15 mil.

“Temos interesse em fazer parceria com outras prefeituras”, afirmou o superintendente do Incra, Leonel Wohlfahrt, durante a assinatura do convênio.

A portaria de criação do projeto Casulo Mulher foi publicada no Diário Oficial da União no dia 18 de novembro. O assentamento Casulo é uma modalidade de projeto de reforma agrária destinado a atender a população desempregada, ou com sub-renda, do município. É instalado próximo à área urbana que oferece os serviços básicos de saúde e educação.

A Prefeitura Municipal viabiliza a terra e a infra-estrutura do assentamento e ao Incra compete a viabilização do crédito instalação, no valor de R$ 4.500,00 por família para habitação e fomento, e do crédito Pronaf para financiamento da produção.

O Pronaf A, que é destinado à reforma agrária, tem um teto de financiamento de R$ 15 mil, com juros de 1,15% ao ano e descontos de até 46% sobre o valor principal para aqueles que pagam em dia. Dos R$ 15 mil financiados, R$ 1,5 mil é para assistência técnica a fundo perdido e o prazo de pagamento do restante do financiamento é de sete anos. A carência é de três anos.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

21:37 Direto de Brasilia
21:21 Registro de Janete está nas mãos de Agamenon
21:21 Social-democrata declara na Justiça bens de R$ 4 milhões
21:21 MPE proíbe gastos de R$ 22 mi
21:21 Blairo Maggi se reúne com Dilma


21:20 Janete recebe apoio de 45 vereadores
21:19 Novo governo depende da aprovação
21:18 Câmara de Vereadores de Cuiabá concentra sessões
21:18 MPE lamenta desrespeito e pede maior controle social
21:18 Por reeleição, deputados ignoram leis
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012