Quarta feira, 17 de outubro de 2018 Edição nº 10741 10/10/2003  










CINEMA/ESTRÉIASAnterior | Índice | Próxima

‘Maria, Mãe do Filho de Deus’ chega hoje aos cinemas

Com um elenco de estrelas liderado por Giovanna Antonelli, Luigi Baricelli, José Wilker e Italo Rossi, o filme mostra a história de Jesus e sua Mãe contada pelo padre Marcelo Rossi

CIRO BONILHA
Da AF - São Paulo

‘Maria, Mãe do Filho de Deus’, primeiro filme do Padre Marcelo Rossi e que faz sua estréia hoje em todo o país, aposta na emoção para conquistar o público.

Uma das cenas mais fortes do filme, é a da crucificação: pregado na cruz, Jesus pergunta por Deus e morre; a câmera volta para Maria, que solta um grito desesperado. “Queremos emocionar as pessoas. Já vi o filme seis vezes e chorei em todas", conta padre Marcelo Rossi.

Dirigido por Moacyr Góes e estrelado por Padre Marcelo Rossi, Giovanna Antonelli, Luigi Barricelli, José Wilker e Italo Rossi, a história se passa no dias de hoje, num povoado pobre do interior do Brasil.

Numa casa simples, Maria Auxiliadora (Giovanna Antonelli), sai apressada com sua filha Joana, 7 anos. Na saída de casa elas encontram Marcos (Luigi Baricelli), um jovem com um cesto cheio de balas de açúcar. Joana implora por uma balinha e como a mãe não tem dinheiro, ela puxa a filha e insiste para que prossigam o caminho. Marcos se comove com o desejo da criança. Vai atrás dela e lhe dá de presente o confeito. A menina Joana registra a generosidade de Marcos.

Chegando na pequena igreja do povoado, Maria Auxiliadora, que não tem com quem deixar Joana (Ana Cisneiros), pede ao padre (padre Marcelo Rossi) para tomar conta da sua filha. Sem que a menina ouça, sua mãe diz ao padre que precisa ir ao posto médico buscar o resultado do exame de Joana. Percebe-se que a menina está sob suspeita de uma enfermidade muito grave.

Mas Joana não quer ficar na igreja. O padre tenta convencê-la, prometendo contar-lhe uma história. Ele diz a Maria que irá rezar para que Deus vele por Joana. A mãe da menina se despede emocionada. A partir desse momento o padre começa a contar para Joana a história de Maria e Jesus.

A menina fica fascinada com o que ouve. Como a narrativa é cheia de ações emocionantes, Joana passa a imaginar a história nos locais do povoado onde mora.

Com uma maneira original de abordar a história mais conhecida da humanidade, o padre narra o ponto de vista de Maria. Maria, Mãe do Filho de Deus mostra a história de Jesus e sua Mãe.

A produção de R$ 6,8 milhões leva a assinatura de Diller Trindade, o mesmo que acabou de lançar “Dom" e de rodar “Abracadabra", com Xuxa. A direção é de Moacyr Góes, também diretor das produções citadas.



FILME: Maria - A Mãe do Filho de Deus

PRODUÇÃO: Brasil, 2003

DIREÇÃO: Moacyr Góes

COM: Giovanna Antonelli, Luigi Baricelli e Padre Marcelo Rossi

QUANDO: a partir de hoje no Cinemais 1 – Shopping 3 Américas e Cine Goiabeiras sala I – Shopping Goiabeiras



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:34 Presidente critica 'calor eleitoral'
19:33 Discurso de Cid coloca em xeque 'frente democrática'
19:33 Críticas vão para programa eleitoral
19:32 Aliados disputam por espaço em ministros
19:31 Grêmio dá atenção para Libertadores


19:31 Palmeiras entra em ritmo de campeão
19:31 São Paulo já está em alerta por vaga na Libertadores
19:30 Barcelona quer afastá-lo por causa de Bolsonaro, diz jornal
19:30 Brasil derrota a Argentina e continua 100%
19:29 Operário vence o Poconé por 3 a 0
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018