Quarta feira, 16 de janeiro de 2019 Edição nº 10698 21/08/2003  










TELEVISÃOAnterior | Índice | Próxima

Xuxa comemora 20 anos à frente das câmeras

De modelo a rainha dos baixinhos, Xuxa tem hoje uma fortuna estimada em US$ 100 milhões, contrato com 60 empresas e 300 produtos licenciados com sua marca

DÉBORA MIRANDA E MÁRCIA PEREIRA
Da AF - São Paulo

A história de sucesso da apresentadora Xuxa começou há 20 anos, em 6 de julho de 1983, quando ela pisou no estúdio da extinta TV Manchete para comandar o ‘Clube da Criança’. De lá para cá, a menina humilde de Santa Rosa (RS) tornou-se rainha dos baixinhos, fez fortuna estimada em US$ 100 milhões, tem contrato com 60 empresas e 300 produtos licenciados com sua marca e criou a Fundação Assistencial Xuxa Meneghel, que ajuda pessoas carentes.

O conto de fadas de Xuxa, 40, teve início quando ela namorava Pelé. Modelo internacional, ela recebeu convite para apresentar um programa infantil. Na hora de renovar o contrato, em 1986, o assédio da Globo falou mais alto e a precursora dos programas infantis trocou de emissora.

A decisão foi certeira. A audiência da Globo foi lá para cima e seus discos venderam milhões de cópias. Com ela, despontava a diretora Marlene Mattos. As duas começaram juntas na Manchete.

Entre os momentos mais importantes dessa trajetória destaca-se o programa na Argentina, em 1992. ‘Uma legião de fãs a seguiam. Acampavam na porta do hotel. Era inexplicável todo aquele carinho’, conta a ex-paquita Ana Paula Guimarães, hoje produtora da loira.

A cenógrafa Lueli Antunes, há 12 anos com Xuxa, define-a como uma profissional completa. ‘São tantos anos na TV que ela entende de tudo. Sabe o que quer’. Prova disso foi a separação de Marlene, em 2002, após quase 20 anos de parceria. ‘Meu sonho sempre foi voltar a trabalhar para os baixinhos. Os adolescentes foram um erro. Ensinei uma geração a lutar pelo seu sonho e resolvi correr atrás do meu. O sucesso dos vídeos ‘Xuxa Só para Baixinhos’, o Grammy e os convites que tenho recebido de vários países para fazer meu programa mostram que estou certa’, desabafa Xuxa.

Sem a diretora e braço-direito, ela também passou a administrar seus negócios. ‘Os contratos que fechamos agora prevêem que ela acompanhe tudo de perto’, afirma seu advogado, Luiz Cláudio Moreira.

Além do sucesso nos negócios, Xuxa bateu recordes no cinema. Seus dois últimos filmes da série ‘Xuxa e os Duendes’ atingiram juntos quase 5 milhões de espectadores.

Rogério Gomes, que dirigiu as duas produções, diz que a loira sabe muito bem o que quer. ‘No segundo filme, quando a Marlene [produtora] já estava afastada, Xuxa fez os dois papéis’, conta.

O diretor afirma ainda que a loira teve muita determinação e garra para conseguir colocar o ‘Xuxa no Mundo da Imaginação’ no ar, em outubro do ano passado. O programa começou com audiência alta -em torno de 15 pontos-, mas hoje oscila no ibope, alcançando 8 pontos.

Para Alda Meneghel, mãe de Xuxa, um dos momentos mais emocionantes de sua carreira foi a volta da família, depois de 30 anos, a Santa Rosa, no ano passado. A prefeitura da cidade transformou a casa onde moravam em um museu. Sua explicação do sucesso da filha é simples: ‘Ela tratava as crianças de igual para igual. Isso cativou o público’.

Mas como será o amanhã da rainha dos baixinhos? A reportagem procurou diretores de TV experientes para comentar o assunto.

Segundo Alberto Luchetti, o futuro depende de mudanças. ‘Ela tem potencial para preencher a lacuna que a Hebe vai deixar, mas precisa reciclar seu público. Do contrário, seu prazo de validade é de cinco anos’.

Luchetti diz que a iniciativa de voltar a trabalhar com crianças foi como um tiro no pé. ‘Ela poderia apresentar um programa para todas as faixas etárias. As crianças não se identificam com uma mulher de 50 anos. Não dá certo. Ela vai virar a tia Xuxa.’

Já Nilton Travesso diz que ela ainda pode mudar o rumo de sua carreira aos poucos. ‘Xuxa tem noção de criatividade e sensibilidade, aproxima-se das pessoas com facilidade e tem espaço para conquistar um novo público’.

O contrato da loira com a Globo vence em dezembro. Seu irmão Blad Meneghel, que também dirige o infantil, diz que a única certeza é de que ela dará continuidade ao projeto para os pequenos, seja onde for. ‘O SBT vive assediando Xuxa’, afirma.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:28 Botelho deve ter Max Russi e Janaína em sua chapa
17:27 Estado vai criar "poupança" para investimentos, calamidade e previdência
17:26 Pacote começa a ser apreciado hoje na AL
17:26 Maggi defende liberdade para Mauro usar recursos do Fethab por 2 anos
17:13 HORÓSCOPOS PARA O DIA 16/01/2019


17:11 Livro ilustrado sobre autora suméria é um desbunde visual
17:09 BBB ajudou a formar casais que foram muito além do paredão; relembre
17:07 Nova casa do Big Brother tem tons de dourado, mudança nos espelhos e controle de água
17:07 Antes da estreia, 'BBB 19' tem desclassificado sem explicações
17:06 Governo notificará proprietários de 14 mil veículos em atraso com o licenciamento
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018