Domingo, 14 de fevereiro de 2016 Edição nº 9586 28/04/2000  










CHACINAAnterior | Índice | Próxima

Polícia elucida crime em Mongaguá

Da Reportagem

Após a prisão de dois homens acusados de serem os autores do crime, a Polícia Civil anunciou ontem a elucidação dos assassinatos dos três adolescentes, ocorridos no feriado de Páscoa em Mongaguá (litoral paulista).

Luciano de Almeida, de 23 anos, e Cristiano Fondello Domingues, 20, tiveram a prisão temporária por 30 dias concedida pela Justiça e serão transferidos hoje da Delegacia de Mongaguá para o Cadeião de Praia Grande.

As prisões confirmam a suposição policial de que se tratava de crime de latrocínio (roubo seguido de morte). A pena varia de 20 à máxima de 30 anos de reclusão.

Os pais dos três garotos estiveram hoje em Mongaguá e reconheceram os objetos pessoais dos filhos apreendidos na casa de Almeida, conhecido por “Quaquá”.

Segundo a polícia, eles confessaram em depoimento a autoria do crime. “Nada a declarar”, afirmou Almeida, no trajeto entre a cela e uma das salas da delegacia.

Os estudantes Bruno Ruggeri de Paula Andrade, Ariel Lagatta de Souza e Danilo Ramos Ribeiro, todos de 17 anos, morreram a golpes de faca e de espetos de churrasco na casa de veraneio da família Lagatta. Ariel teve o corpo parcialmente queimado.

A polícia chegou à dupla devido à prisão por roubo, na madrugada de segunda-feira, de Cristiano. O triplo homicídio ocorreu na manhã do domingo de Páscoa.

O chefe dos investigadores da Delegacia de Mongaguá, Edson Cláudio Domingues, afirmou que a pista que conduziu a Cristiano foi uma informação prestada por primos dele.

Como havia suspeita de envolvimento dos criminosos com drogas, mais de 20 pessoas com passagens frequentes por uso e porte de entorpecentes foram chamadas à delegacia durante a investigação.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




13:43 “Operação Sodoma é um cadáver jurídico”
13:42 Estados pedem criação da DRE
13:42 Estado solicita à Justiça novo prazo para decidir o VLT
13:22 Sema dá licença para instalação de santuário de elefantes
13:21 80 escolas de Cuiabá aderiram a programa federal


13:21 Mensalidades ficam até 70% mais caras no ensino integral
13:20 Ensino público integral ainda é sonho
13:20 Número de escolas integrais aumentará em 2017
13:19 Carro “detecta” inadimplentes
13:19 1,8 milhão de veículos
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2015