NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
CUIABÁ URGENTE
Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020, 16h:16

DINHEIRO NO PALETÓ

Quase 4 anos depois, Emanuel tenta passar recibo de "inocente"

Da Redação

Divulgação

Emanuel Pinheiro

O prefeito Emanuel Pinheiro, que passou mais de três anos para pedir desculpas

Emanuel Pinheiro (MDB) vai insistir, até o fim da campanha, que o dinheiro que colocou no bolso do paletó não era propina.

Era, segundo ele, pagamento de uma dívida do ex-governador Silval Barbosa para com seu irmão Marco Polo Pinheiro, o “Popó”, por pesquisas de opinião feitas pelo seu instituto.

“Ele [Popó] estava precisando, me pediu para ajudar a cobrar e eu concordei. Recebi apenas parte da dívida em dinheiro. O resto do pagamento seria feito em três cheques, que, depois, foram devolvidos porque estavam sem fundo”, disse EP, no horário gratuito, nesta quinta-feira (29).

É oportuno lembrar que os vídeos mostrando Emanuel e de outros políticos embolsando maços de dinheiro viralizaram nas redes sociais em agosto de 2017.

EP estava há pouco mais de oito meses na Prefeitura.

Fazendo-se os cálculos, a conclusão é imperativa: o nobre prefeito demorou mais de três anos para passar recibo de inocente e pedir desculpas.

A pergunta que não quer calar: se não fosse candidato à reeleição, Emanuel montaria todo esse cenário?


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL