NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
CUIABÁ URGENTE
Quinta-feira, 30 de Julho de 2020, 15h:08

FOLHA CORRIDA

Mortos pelo Bope em Cuiabá eram "fichas sujas" na Polícia

Da Redação

Reprodução

Gabriel Bueno

Gabriel Bueno tinha uma longa ficha de crimes na Polícia e na Justiça de Mato Grosso

Um levantamento revela que a maoria dos homens mortos pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), na quarta-feira (29), eram, por assim dizer, "fichas sujas" - tinham várias passagens criminais pela Polícia .

Um deles, Gabriel de Paula Bueno, que tinha 20 anos, era dono da ficha criminal mais extensa.

Ele foi preso por explodir o muro de um presídio e por tentar subornar policiais militares. 

Gabriel tinha processos por roubo de carro, furto a banco, tráfico de drogas, organização criminosa e corrupção ativa. 

Em 26 de junho, ele foi preso pela PM dirigindo em alta velocidade e sem habilitação.

Flagrado, ele ofereceu a moto e R$ 750 aos militares para que não o prendessem. Ele foi levado para a delegacia, mas solto em seguida.

Também foi preso por roubar carro de motorista de aplicativo e tentar explodir muro do Centro de Ressocialização da Capital (CRC) para fuga de detentos.

Com informações do site Gazeta Digital


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL