NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020
CUIABÁ URGENTE
Domingo, 02 de Agosto de 2020, 09h:18

COMO UMA BOIADA

Infectologista: "Em MT, foi como se o vírus chegasse de uma só vez"

Da Redação

Sicom/Prefeitura

Movimento na rua

Em Mato Grosso, Cuiabá lidera no número de casos, com 11.686, até sábado (1º)

O infectologista Diego Xavier, da Fiocruz, chamou a atenção para a velocidade de propagação do vírus no Brasil.

Cinco meses após confirmar o primeiro caso de um infectado pelo novo coronavírus, o Brasil tem 98% dos municípios com registros da doença. O número de cidades ainda sem casos diminui dia após dia.

"Se for pensar na dimensão territorial do Brasil e onde esses municípios estão, atingir [quase 100%] em cinco meses é rápido. No Amazonas, o vírus chegou até de barco, ou a tribos indígenas", diz Xavier.

Cidades que tiveram maior adesão ao isolamento no início da epidemia conseguiram retardar o avanço, disse.

"Belo Horizonte, por exemplo, fez um bloqueio rígido no início da epidemia e isso retardou a chegada em algumas cidades do interior", avalia.

"Já em Mato Grosso, é como se tivesse chegado de uma só vez em quase todo o Estado", completou o epidemiologista.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O Brasil já ultrapassou as 100 mil mortes pela Covid-19. Para você, quem tem culpa?
O presidente Jair Bolsonaro
Os governadores
Os prefeitos
Ninguém. A doença é incontrolável
PARCIAL