NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 12 de Abril de 2021
CUIABÁ URGENTE
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021, 14h:16

CRÍTICAS AO ISOLAMENTO

Com recorde de mortes, Bolsonaro quer que povo vá para as ruas

Da Redação

Reprodução

Bolsonaro - sem máscara

Sem máscara e provocando aglomeração: o ritmo de Bolsonaro em meio à pandemia

Na live que faz às quintas-feiras, dirigidas especialmente aos que o chamam de “mito”, Jair Bolsonaro voltou a criticar governadores e prefeitos que defendem o isolamento social e o fechamento do comércio, como medidas de combate à pandemia.

Ele voltou a pregar a “volta à normalidade”.

“A população quer voltar a trabalhar, mas, infelizmente, um ou outro governador ou prefeito teima em baixar decretos obrigando as pessoas a ficar em casa”, afirmou JB, que disse que a população deve cobrar o auxílio emergencial dos gestores locais.

Nesta sexta-feira (26), sem máscara e em meio a uma aglomeração, em Tianguá (CE), o presidente voltou a criticou medidas restritivas de combate à pandemia que estão sendo adotadas por governadores.

"Tenho prazer grande de ficar no meio de vocês. Queria dizer a esses políticos do Executivo que o que eu mais escuto é: 'Presidente, quero trabalhar'."

Após ser aclamado com gritos de "mito", Bolsonaro declarou que a população não consegue mais ficar em casa.

Grande parte das capitais está decretando lockdown, diante do crescente aumento dos casos e mortes por Covid-19.

O país tem recorde diário de mortes pela doença. E Bolsonaro quer quer o povo vá para as ruas...


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você é a favor das medidas restritivas contra a Covid em MT?
Sim
Não
Em parte
As medidas deveriam ser mais duras
PARCIAL