Segunda feira, 16 de dezembro de 2019










Data:17/09/2007 11:33
Nome:rodrigo
Email:rodrigo@prmt.mpf.gov.br
Profissão:servidor público
Localidade:Cuiabá/MT

A medida é educativa e necessária, porém merecedora de atenção.

Quando se efetua a cobrança daquilo que não se consome, deve-se levar e conta que o consumidor está pagando por aquilo que não comeu. Isso tem natureza de punição, porém não pode ser cobrada como comida por peso, mas sim como multa. Além do fato do consumidor pagar pelo que não comeu, deve-se observar a indução ao consumo exagerado. Em qualquer restaurante da capital que a comida seja por quilo, ou não, os pratos são de tamanhos maiores, exageradamente maiores. Postura comercial adotada pelos restaurantes que cobram por quilo ou que deixaram de cobrar alimentos por peso, como é o caso do restaurante em questão, cuja finalidade é o consumo elevado, pois quando o prato é grande há uma nítida idéia de que o prato está vazio. Mas de toda forma a iniciativa é válida, só não pode ser camuflagem para abusos. Pagar pelo que não se consome é ilegal, melhor então aplicar uma multa!

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Quando criança junto com meus familiares  - Irvalino João Miotto
· A medida é educativa e necessária, porém  - rodrigo
· Belíssima iniciativa.A falta de limites   - Manoel Elias de Rezende
· OTIMA INICIATIVA POIS ENQUANTO MUITOS NA  - MAURO DALL AGNOL
· Nada mais sagrado que o alimento, porta  - GILMAR MALDONADO ROMAN
· Brilhante idéia, mais alí na tv João dia  - walter ,,,tijucal
· Concordo com a iniciativa desse restaura  - Jose Leopoldo Vieira da Silva




17:07 MEC libera que cursos presenciais com conceitos mais baixos expandam carga horária à distância
17:07 STF prevê julgar no ano que vem permissão a candidatura avulsa
17:06 Conflitos e retrocessos marcam presença do Brasil na COP-25
17:05 14 – sábado Desigualdade e evasão escolar
17:05 BOA DISSONANTE


17:04 Doador de amor
17:03 Lei do retorno
17:03 Nossos demônios…
17:02 O Auditor Interno e o combate à corrupção
17:00 Na COP 25, MT defende tolerância zero ao desmatamento
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018