NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
CIDADES
Segunda-feira, 25 de Junho de 2018, 19h:03

UFMT

Universitários mantêm greve no campus de Cuiabá

Estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia geral realizada no último dia 20 de junho. Com isso, segue o impasse quanto ao retorno das aulas mesmo após o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) ter aprovado a retomada das atividades, previsto para ocorrer ontem (25). De acordo com informações do Diretório Central Estudantil (DCE), 670 alunos participaram da assembleia, oportunidade em que também foi mantida a luta pela defesa do restaurante universitário (RU) a R$ 1,00 e universal. O valor, segundo a UFMT, será mantido até o fim deste ano. As aulas estão paralisadas desde o dia 09 de maio por conta da proposta que prevê a implantação de uma nova “política de alimentação estudantil”, o que resultaria em aumento no custo da refeição no restaurante universitário. Na ocasião da reunião do Consepe, realizada no último dia 18, a reitora Myrian Serra, afirmou que há um clamor social, por parte de pais e estudantes. "Nós compreendemos que nossa responsabilidade é trazer essa discussão para o Conselho Superior. Na semana passada, conseguimos instituir a comissão no Consuni ([Conselho Universitário) para discutir a nova política de alimentação. Agora, com o Consepe decidindo o retorno às aulas, voltaremos à normalidade na UFMT", disse. O Consepe é um órgão deliberativo formado por representantes da instituição federal de ensino, docentes e discentes. RU – O restaurante universitário foi reaberto parcialmente na última quinta-feira (21), mas com as refeições sendo servidas em uma ilha de distribuição em função dos procedimentos ainda em andamento de averiguação sobre o incidente pelas autoridades competentes.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL